Um catálogo de ilustrações feitas só por mulheres

Women Who Draw é um projecto impulsionado pela misogenia para valorizar a arte no feminino.

Para muitos o feminismo é só moda, para outros é uma forma de vida. Esta afirmação pode parecer cliché e por isso redutora, mas acontecimentos como a “Marcha das Mulheres” , mantêm o assunto cada vez mais na ordem do dia, importa perceber quem são realmente as vozes activas pela valorização das mulheres e que todos os dias trabalham para definir “feminismo” como um conceito com pés e cabeça.

Não se conseguem contar pelos dedos das mãos os movimentos feministas que surgiram ultimamente: uns com muito valor e que geraram mudança, contribuindo para um mundo mais justo no que respeita à igualdade de género; outros completamente desmedidos, tentando levar a ideia ao extremo. O projecto Women Who Draw faz parte do primeiro grupo.

A ideia surgiu quando um grupo de ilustradoras se apercebeu que a maior parte dos jornais e revistas só publica trabalhos feitos por homens. Isto porque, os responsáveis por essas contratações afirmam não conhecer muitos nomes femininos com talento. A história não fica por aqui. Muitas mulheres são excluídas pela sua cor de pele, orientação sexual ou religião. Este projecto foi precisamente a forma que este grupo de mulheres encontrou para se dar a conhecer e fazer ouvir, mostrando que não é a cor da pele nem o género que definem se somos melhores ou piores naquilo que fazemos.

“Women Who Draw is an open directory of female professional illustrators, artists and cartoonists who take freelance work. It was created by a group of women artists in an effort to increase the visibility of female illustrators, with an emphasis on female illustrators of color, LBTQ+, and other minority groups of female illustrators. We hope this directory will be used by publishers, art directors and editors to find less visible illustrators, and encourage them to work with these illustrators more frequently.

O projecto funciona como uma espécie de catálogo que qualquer pessoa à procura de um trabalho de ilustração pode consultar caso queira arte de qualidade.

No site podes filtrar aquilo que queres ver: por localização, etnia, orientação ou religião. Desta forma, podes explorar trabalho com as características que te suscitarem mais curiosidade. Se afunilares a tua pesquisa na etiqueta “Europa” podes descobrir a presença portuguesa neste directório: Mariana, a Miserável, Helena Morais Soares, Bárbara Fonseca, Rita Martins, Silvia Rodrigues, Vanessa Teodoro, Catarina Gomes ou Daniela Viçoso.

O projecto nasceu no fim de 2016 e a eleição de Trump serviu de alavanca para a sua criação. Nas primeiras 24 horas online, recebeu 1200 submissões. Qualquer ilustradora pode submeter o seu trabalho. Por isso, se é o teu caso, este artigo serve-te de duas maneiras! Basta preencheres um formulário em que te é pedido que submetas desenhos com mulheres – razão pela qual a página inicial está repleta de ilustrações incríveis da figura feminina.

A página aceita donativos a partir de um dólar, para poder continuar como projecto livre de publicidade. 

Previous Próxima versão do macOS vai ser melhor para os teus olhos
Next Crianças escrevem “NÃO” em novo projecto de arte urbana