Alguns dos maiores jornais digitais vão estar em Lisboa em Fevereiro


Os executivos de algumas das maiores e mais promissoras publicações do mundo vão estar em Lisboa, na próxima edição do Digiday Publishing Summit Europe. A conferência internacional realiza-se pela primeira vez na capital portuguesa, depois de uma primeira edição em 2014 em Barcelona (Espanha) e de ter passado por Monte Carlo (Mónaco), Bolonha (Itália) e Nice (França).

O Digiday Publishing Summit Europe decorrerá de 21 a 23 de Fevereiro e destina-se a profissionais da área, sendo que os ingressos custam cerca de 2 500 euros, se adquiridos até final deste ano, ou perto de 4 500 euros, se comprados depois dessa data.

O jornalismo está a mudar. Existem cada vez mais jornais a nascer no novo mundo digital, produzindo e distribuindo conteúdos editoriais em formatos nunca antes experimentados com a televisão, a rádio ou a imprensa. São exemplos desta nova geração de jornais o BuzzFeed, a Voz ou o Quartz, entre outros. Neste mundo digital, a audiência está repartida pelas várias plataformas existentes – cada pessoa consome os conteúdos nas suas aplicações preferidas. Apesar de as publicações conseguirem um público vasto na globalidade das plataformas, do Facebook ao Snapchat, lutam para transformá-lo em receita. No Digiday Publishing Summit em Lisboa, vai discutir-se como fazer receita nas várias plataformas.

Confirmados estão, por exemplo, executivos do Quartz, BBC, Condé Nast (a dona da Wired, Architectural Digest ou Vanity Fair), Le Monde, Telegraph ou BuzzFeed. Ao painel internacional, juntam-se dois grandes grupos de media nacionais – a Media Capital, através do seu director digital Ricardo Tomé; e a Impresa, com a presença do homólogo João Paulo Luz.

O Digiday Publishing Summit Europe vai decorrer no Hotel Palacio Estoril. Para mais detalhes, incluindo como ser orador ou patrocinador, podes consultar o site oficial aqui.

Previous Quando as relações diplomáticas não resistem a uma barra de chocolate
Next Fraude na publicidade online: hackers fazem milhões por dia falsificando visualizações

Suggested Posts