A “verdade inconveniente” de Al Gore vai ter uma sequela no cinema


Em 2006, An Inconvenient Truth trouxe pela primeira vez para o cinema uma verdade inconveniente que muitos não gostaram de ouvir: a das alterações climáticas. O documentário, realizado por Davis Guggenheim, segue Al Gore enquanto o ex-candidato presidencial norte-americano assume o papel de orador numa série de palestras pelo mundo.

Dez anos depois, está em preparação uma espécie de continuação para esta “verdade inconveniente” que estreou no Festival Sundance de Cinema. O novo filme, da autoria de Bonni Cohen e Jon Shenk, está a ser apresentado pelos criadores como uma sequela do An Inconvenient Truth e tem estreia prevista para dia 19 de Janeiro no mesmo festival. De acordo com a Variety, seguirá depois para as salas de cinema.

O documentário volta a seguir Al Gore e a sua jornada de luta por um futuro mais sustentável pelo nosso planeta. “Agora mais que nunca devemos dedicarmo-nos a resolver a crise climática”, comenta o político, citado pela Variety. “Mas temos motivos para estar optimistas; as soluções para a crise são alcançáveis. Estou profundamente honrado e agradecido à Paramount Pictures e à Participant Media por mais uma vez assumirem a tarefa de levar ao mundo a história crítica da crise climática.”

O novo filme vai ser mostrado na nova secção do Sundance dedicada à conservação da biodiversidade e às alterações climáticas. Recorde-se que, no ano da sua estreia, An Inconvenient Truth ganhou dois Óscares, o de melhor documentário e o de melhor banda sonora.

Previous Vodafone Mexefest: uma degustação gourmet
Next Este site é a forma mais fácil de ouvir rádio na net

Suggested Posts