Facebook desliga anúncios na Tailândia por respeito à morte do rei

Bhumibol Adulyadej faleceu esta quinta-feira, depois de 70 anos de reinado.

A Tailândia está de luto desde esta quinta-feira. O país chora a morte do seu rei, Bhumibol Adulyadej, aos 88 anos. Chegou, assim, ao fim a maior monarquia da história. Bhumibol Adulyadej era venerado e visto como uma figura unificadora num país marcado por rivalidades políticas.

O governo tailandês decretou na última sexta-feira um dia livre, sem trabalho, para que a população pudesse prestar a última homenagem ao falecido rei, que passou os seus últimos dias com assistência respiratória no hospital Siriraj, em Banguecoque.

O Facebook decidiu também dar um descanso aos tailandeses ao suspender temporariamente a distribuição de anúncios no país. É a primeira vez que a rede social desliga a publicidade por completo num país. Segundo o Facebook, esta interrupção não afecta outros países e os anunciantes tailandeses podem distribuir anúncios fora da Tailândia.

fbtailandiamorterei_02

Também a Google prestou uma pequena homenagem a Bhumibol Adulyadej, ajustando as cores da homepage para tons cinza.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt