Em tour com os First Breath After Coma (VII)

Resta-lhes uma viagem de 14 horas pela frente.

Os portugueses First Breath After Coma estão em digressão pela Alemanha e escolheram o Shifter para relatar as suas experiências. Acompanha o seu diário de viagem, na primeira pessoa. Lê aqui o capítulo anterior.

Dia 9

Os despertadores tocam e repete-se a rotina. Dá tempo para um duche rápido, comer qualquer coisa e seguimos em direcção a Kassel. Hoje é o último concerto e fica a sensação de que isto tudo passou demasiado rápido.

Cinco horas de viagem e chegamos. Kassel é uma cidade pequena e bonita, ainda mais com estas cores de Outono. A história repete-se, estacionar a carrinha, encontrar o sítio exacto para descarregar o material e pôr mãos à obra. Quando começámos a desmontar o tétris da carrinha, fomos surpreendidos por um senhor algo estranho mas muito simpático que trazia com ele algumas fotos nossas e um livro onde guardava autógrafos de várias bandas que passam pela sua cidade. Pediu-nos gentilmente e algo tímido para assinarmos as fotos e despediu-se com sorrisos.

O Schlachthof é um pequeno auditório inserido nas instalações de uma escola e funciona como centro de cultura. O pessoal da organização foi impecável e o público reagiu muito bem ao concerto. Uns já tinham espreitado uns vídeos no youtube, outros vinham à descoberta sem qualquer ideia do que poderia ser. Ficaram uns Drifters e umas T-shirts em Kassel e a promessa de lá voltar!

No fim do concerto, estávamos todos com muita sede e aconselharam-nos ir a um bar ali perto. O ambiente era calmo e o pessoal jogava matrecos enquanto bebia cerveja biológica. Estávamos a gostar de estar ali mas enquanto turistas precisávamos de ver que mais tinha Kassel para dar. Falaram-nos de uma festa de electrónica a alguns quilómetros dali, numa casa na periferia ao lado de um rio. Eram motivos mais do que suficientes para nos fazermos ao piso.

Podia ter sido uma noite de maluqueira total se não tivéssemos de fazer 14 horas de viagem no dia a seguir. Demos o nosso pézinho de dança, falámos com o pessoal local e depois de alguns copos fomos dormir.

Até amanhã,
First Breath After Coma

tourfbac7_01

tourfbac7_02

tourfbac7_03

tourfbac7_04

tourfbac7_05

tourfbac7_06

tourfbac7_07

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • ‘Drifter’ marcou, em 2016 o regresso dos First Breath After Coma aos discos, com salas cheias em Leiria, Porto, Coimbra e Lisboa, contou com a colaboração de convidados como Noiserv e André Barros e, depois de aclamado pela crítica, valeu-lhes a passagem por um palco principal no Festival Paredes de Coura e a selecção para representar Portugal no festival germânico Reeperbahn.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt