O Huawei Nova junta o melhor do design do P9 e do Nexus 6P com um preço competitivo


Está cada vez mais difícil esconder os detalhes do anúncio de novos produtos por parte das gigantes da tecnologia. Uma vez mais, a Huawei realizou em Berlim um grande evento a poucas horas do início de mais uma edição da IFA e confirmou aquilo de que já se tinha falado por essa Internet fora: dá as boas-vindas ao Nova, Nova Plus e MediaPad M3.

Não se falou de Mate S, nem de um Mate 9. A Huawei apresentou uma nova linha de produtos ao mesmo tempo que manteve a qualidade de construção e as especificações de topo. O design do Nova vai ao encontro daquilo que já se tinha visto, ou seja, é bastante parecido com o design do Nexus 6P, fabricado também pela Huawei. Para além de ser protegido por alumínio “dos pés à cabeça”, a grande vantagem passa por não contar com qualquer saliência na parte da câmara traseira.

CrQW_lsUIAAYNFy

As bordas do equipamento foram também realçadas por Richard Yu. Cada lateral do Nova tem apenas 1,8 mm de espaço, aproveitando o máximo da parte frontal para tornar o smartphone o mais compacto possível. As bordas traseiras foram limadas de forma a melhorar a ergonomia, um pouco à semelhança do que aconteceu com o P9.

Em termos de especificações, estamos a falar de um produto com um ecrã Full HD de 5 polegadas com 443 ppi, um processador octa-core de 64 bits Qualcomm Snapdragon 625, 2.0 GHz de CPU, 3 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento e interno, uma câmara traseira de 16 MP e uma câmara frontal de 8 MP.

Ecra

No departamento da fotografia, a apresentação foi guiada por Xenia Tchoumi, uma estrela das redes sociais e com quase e 900 mil seguidores no Instagram. A câmara frontal promete selfies de boa qualidade em condições de pouca iluminação e uma opção de edição automática para selfies, que reconhece até apenas e só a tua cara para não editar o resto da foto, mesmo que mais pessoas estejam dentro do “frame”. Uma boa surpresa: gravação em vídeo com resolução 4K, o que supera o Full HD do P9.

A bateria ficou maior graças a uma poupança de 20% no espaço do equipamento e tem agora uma capacidade de 3020 mAh: são cinco horas de Pokemon Go, como foi dito na conferência. Para além de haver a capacidade de poupança no consumo, tal como já se viu em equipamentos anteriores da Huawei, há também a opção de fast charging através de USB Tipo-C.

CrQZ0aoVYAY0C7z

O sensor biométrico continua na parte traseira e traz mais funções para além de apenas desbloquear o smartphone, como a opção de atender chamadas, puxar a barra de notificações ou, como não podia deixar de ser, tirar uma selfie. Naturalmente, a versão “Plus” deste equipamento chega com um ecrã maior, de 5,5 polegadas, e especificações melhoradas, como é o caso da câmara traseira de 16 MP com estabilizador ótico. Tanto um como o outro suportam dois nano-SIMs ou então um nano-SIM e um cartão microSD de até 128 GB.

O Huawei MediaPad M3 chega também para suceder ao MediaPad 2, mas falaremos melhor deste produto num texto em separado. Consulta os preços do Nova e Nova Plus no tweet em baixo:

 

*O jornalista viajou para Berlim a convite da Huawei.