Youtubers foram pagos pela Warner Bros para fazer reviews positivas de jogos


A Warner Bros pagou “centenas a dezenas de milhares de dólares” a PewDiePie e outros youtubers para fazer reviews positivas, em vídeo, do jogo Middle Earth: Shadow of Mordor. A Comissão Federal do Comércio (FTC), nos EUA, abriu em 2014 uma investigação por suspeitar da campanha de promoção do jogo e concluiu agora que a Warner Bros não foi honesta com os consumidores.

Segundo a FTC, a Warner Bros pediu aos influenciadores que contratou um vídeo que “promovesse um sentimento positivo em relação ao jogo”. O vídeo não devia “mostrar bugs ou falhas que pudessem existir” nem “comunicar um sentimento negativo” sobre a Warner Bros. Os youtubers tinham ainda de promover os vídeos no Facebook e Twitter.

Uma vez que receberam dinheiro para fazer vídeos sobre o jogo, os influenciadores só tinham de classificá-los como conteúdos pagos, e tudo estaria bem. Contudo, a FTC refere que a Warner Bros  não disse aos youtubers que deveriam ter deixado claro que receberam dinheiro para falar bem do Middle Earth: Shadow of Mordor.

Além disso, a empresa incentivou os youtubers a esconder o aviso de conteúdo patrocinado na descrição do vídeo, colocando outras informações antes de forma a que o disclaimer aparecesse só depois do link “ler mais”. Os influenciadores tiveram também de enviar os vídeos para pré-aprovação da Warner Bros; assim, a empresa poderia assegurar que nenhum deles falasse sobre possíveis falhas ou criticasse o jogo.

Embora a FTC não tenha dado o nome de todos os envolvidos na acção, informou que PewDiePie, um dos principais youtubers do segmento do gaming, esteve envolvido. Sozinho, gerou mais de 3,7 milhões de visualizações. Ao todo, a campanha impactou um número superior a 5,5 milhões de internautas. No caso de PewDiePie, podes ver a nota “este vídeo foi patrocinado pela Warner Brother” quando clicas para ver a descrição completa. Alguns reviewers nem sequer o mencionaram, disseram apenas que receberam uma cópia gratuita do jogo.

Não será aplicada nenhuma punição financeira à Warner. A FTC limitou-se a avisar a empresa de que está proibida de usar esses artifícios no futuro. A investigação da autoridade norte-americana foi iniciada em 2014, depois de uma suspeita quanto à campanha online de promoção do jogo.

Previous Com este site, partilhar vídeos é facílimo
Next O momento mais engraçado entre Bernie Sanders e Hillary Clinton

Suggested Posts