BitTorrent News vai ser um canal de televisão a partir de 18 de Julho


O BitTorrent vai ser também um canal de televisão, a partir de 18 de Julho. O BitTorrent News (BTN) terá notícias de política e desporto. Liderado por um ex-jornalista da VICE e CNN, promete uma visão informada e independente da actualidade – durante várias horas por dia em directo.

O canal vai abrir no dia 18 com a cobertura da convenção do Partido Republicano, onde será decidido o candidato do partido à Casa Branca, que decorrerá em Cleveland, Ohio. O BitTorrent News é liderado por Harrison Bohrman, que antes trabalhou como produtor na Viceland, canal da rede VICE, e na CNN.

bittorrentnews_02

Além de Bohrman, a equipa da BTN nas convenções políticas vai incluir antigos repórteres e produtores do Al Jazeera America, canal de televisão que fechou no início deste ano. A BTN promete acompanhar todos os desenvolvimentos e discursos no local e contará com comentadores convidados. No total, a emissão durará 10-12 horas por dia, em directo.

Depois das convenções, o BTN irá cobrir mais momentos das eleições norte-americanas, assim como outros temas da actualidade. O canal promete seguir também desportos alternativos. Esses segmentos vão destacar bons atletas de fora do círculo mediático e contar as suas histórias. Uma dessas atletas é Sara Price, piloto de motocross.

bittorrentnews_03

“Estamos a casar os princípios da Internet de acesso aberto a informação com a necessidade da sociedade de acesso sem restrições – e sem filtro – e notícias”, comenta Jeremy Johnson, co-CEO do BitTorrent, em comunicado. “A televisão estagnou a certo ponto. Não está a conseguir apelar a uma geração que cresceu online”, acrescenta Erik Schwartz, vice-presidente de media.

Em directo, no BitTorrent Live

O BitTorrent News vai ser transmitido através do BitTorrent Live, uma plataforma de livestreaming aberta, que terá outros canais, de outras categorias, como música, tecnologia e cultura pop. O BitTorrent Live poderá ser acedido através de apps próprias para Apple TV, iOS, Android e Mac.

Ao contrário das plataformas de livestreaming convencionais, baseadas em HTTP Live Streaming (or HLS), o BitTorrent Live usa peer-to-peer, uma tecnologia que que os torrents tanto popularizaram. Um torrent é um ficheiro pequeno, que “pesa” uns meros KB, mas que nos dá acesso a um ficheiro grande, como um álbum de música, uma app ou um filme. A ligação do torrent ao ficheiro grande (ou ficheiro de destino) é feita por via de um protocolo de rede também denominado BitTorrent, criado por Bram Cohen em 2011, introduzindo o conceito de partilhar o que já foi descarregado.

bittorrentnews_04

O torrent contém unicamente informação sobre o ficheiro de destino, isto é, sobre a localização das várias partes desse arquivo. Na verdade, o ficheiro de destino é dividido em várias partes menores que são partilhadas pelos utilizadores que já o descarregaram. Assim, quando iniciamos o download desse ficheiro de destino usando o respectivo torrent, as várias pequenas partes são requisitadas e são reconstituídas no arquivo final. No fundo, o download não é feito a parir de um só servidor, mas sim de vários, sendo que em cada um deles está uma parte pequena do filme, da app ou do álbum de música. Os torrents e o respectivo protocolo BitTorrent permitem que o download de ficheiros grandes seja significativamente mais rápido que numa rede normal, dado que não existem filas de espera, nem sobrecarga de um mesmo servidor.

bittorrentnews_05

No caso do BitTorrent Live, o peer-to-peer significa uma latência inferior a 10 segundos sem necessidade de um sistema ou equipamento dispendioso. O espectador passa a ser também um emissor e, desta forma, consegue-se uma transmissão de vídeo forte e rapidamente escalável (isto é, a audiência pode aumentar sem isso prejudicar o livestreaming).

O BitTorrent Live será gratuito e terá, além do BitTorrent News, 13 canais: AWE, de meteorologia; Clubbing TV, para quem gosta de música electrónica; FAST&FUN, para os adeptos de adrenalina; Fightbox, sobre boxing; Filmbox Arthouse, dedicado a filmmakers; Heroes TV, para um pouco de acção e aventura; Newsmax, um canal de notícias; NUsicTV, que destaca a nova música independente; OANN, com uma programação política; One World Sports, para fanáticos desportivos; OpenNews TV, com talk shows; Pursuit Channel, para desportos recreativos; e TWiT, dedicado a tecnologia.

Previous “Safe and Sound” é o regresso dos Justice
Next A loucura do Pokémon Go já chegou a Portugal

Suggested Posts