A loucura do Pokémon Go já chegou a Portugal


O jogo começou por ser disponibilizado nos Estados Unidos, chegou depois à Alemanha e ao Reino Unido; e desde esta sexta-feira está disponível nas lojas de aplicações em Portugal, Espanha e Itália.

Apesar de não ser o primeiro jogo de realidade aumentada para smartphones, o Pokémon Go é provavelmente o que mais funcuionalidades oferece e que melhor marca tem agora que comemora 20 anos desde a criação do primeiro jogo Pokémon da Nintendo.

pokemongo_02

Já viste alguém a passear aos círculos por jardins a olhar incessantemente para o telemóvel? Provavelmente está a tentar captar aquele Pokémon que tanto quer e, ao mesmo tempo, a andar como nunca tinha feito antes. Uma semana depois do lançamento, podemos dizer que o Pokémon Go já está a mudar o mundo, nem que seja só um bocadinho.

O maior jogo de sempre nos Estados Unidos

De acordo com um inquérito do SurveyMonkey, citado pela The Next Web, o Pokémon Go já é o jogo para mobile mais bem sucedido de sempre, ultrapassando o Candy Crush ou o Draw Something. Apenas um dia depois de ter sido lançado, o Pokémon Go já tinha mais do dobro de downloads que a aplicação de dating Tinder (podemos dizer até que o Pokémon Go pode vir a ter resultados bem parecidos com os do Tinder a nível de relacionamentos).

E o sucesso continuou, tanto que actualmente existem mais de 21 milhões de utilizadores diários ativos nos EUA, ultrapassando assim o Twitter e estando taco-a-taco com o Snapchat.

pokemongo_grafico02

pokemongo_grafico01

A teoria é comprovada pelo site Similar Web que divulgou cinco gráficos que expressam a evolução repentina e exponencial da aplicação nos EUA, Austrália e Nova Zelândia, os locais originais onde foi lançada. O ponto fulcral deste jogo em relação a outras aplicações é a quantidade de tempo que exige aos seus utilizadores, fazendo com que o tempo de uso da aplicação seja já maior do que o WhatsApp, Facebook ou o Instagram.

pokemongo_grafico03

pokemongo_grafico04

De acordo com o Similar Web, em média os utilizadores gastam 43 minutos por dia a jogar Pokémon Go, ou seja, com a aplicação aberta. Além disso, o ApkMirror notou um grande aumento de tráfego do nada… ou melhor, quando o Pokémon Go foi lançado apenas nos EUA, Austrália e Nova Zelândia, deixando milhões de fãs por todo o mundo em pulgas para jogar, usando assim um apk no caso dos smartphones Android.

pokemongo_grafico05

pokemongo_grafico06

pokemongo_grafico07

No entanto, o mais impressionante são os números que a empresa está a fazer na bolsa. Tanto que quem comprou ações da Nintendo antes do Pokémon Go ser lançado tem uma verdadeira galinhas de ovos dourados nas mãos. Desde que o Pokémon Go foi lançado as ações da Nintendo já valorizaram 56%, duplicando assim o valor da empresa.

Com estes números a Nintendo já é avaliada em 34 mil milhões de dólares e não é para menos: a Quartz revelou, esta terça, que o Pokémon Go faz 1,6 milhões de dólares por dia só em compras na própria app, contas só dos utilizadores de iOS, contabilizando os estimados 5% de utilizadores que fizeram compras. Os números são de tal forma cavalgantes que estima-se que no final do ano a receita seja de um biliões de dólares.

“Don’t Pokemon and Drive”

As melhores partes do jogo têm sido testemunhadas pelos milhões de utilizadores: os jogadores têm saído de casa (é quase obrigatório a não que se more em cima de uma PokéStop ou PokéGym), caminhada muito mais e socializado com outros jogadores (basta ver este vídeo do Central Park, Nova Iorque), que, tal como eles, estão a aprender a jogar à medida que evoluem.

Apesar disso, também há perigos, tanto que até as autoridades dos países onde o jogo já foi lançado fizeram alertas específicas relacionadas com o jogo: por exemplo, “Don’t Pokémon and drive”.

pokemongo_03

Neste balanço entre as vantagens deste jogo em relação a outros e os seus perigos, é preciso ter calma e bom senso. Por exemplo: quatro pessoas foram presas por terem colocado lures (objetos colocados em PokéStops para atrair mais Pokémons o que também atrai mais jogadores para esses locais) em sítios específicos para roubar os treinadores que lá iam. Por isso não vás para zonas escuras e com pouco movimento, principalmente se estiveres sozinho.

O Pokémon Go e o ISIS, que relação?

Agora fora de perigos, podemos dizer que a Internet está inundada de histórias insólitas sobre o jogo. Uma americana estava a jogar e encontrou um corpo morto num rio; uma igreja baptista anti-gay nos EUA está assinalada como um gym e os treinadores colocaram lá uma Clefairy com o nome “Love Is Love”; um soldado norte-americano a lutar contra o Daesh apanhou o seu primeiro Pokémon, um Squirtle, na frente de batalha em Mosul e publicou o resultados no Facebook; um treinador levou o lema “Gotta catchem’ all, no matter what” bem longe ao ter caçado um Pidgey na sala de parto enquanto a mulher dava à luz…

pokemongo_04

Existem ainda inúmeras histórias de pessoas a invadir os quintais de casas privadas para apanhar certos Pokémons ou então até a ir a cemitérios à noite para apanhar determinadas espécies. E muitas mais histórias estão para vir assim que o Pokémon Go for lançado em todo o Mundo.

Privacidade

A privacidade dos utilizadores está na agenda mediática e foi também uma das falhas apontadas ao jogo. É que quem fizesse log in no Pokémon Go através da conta da Google estaria a dar acesso a todos os seus dados pessoais (pedia acesso total), os quais não são necessários para jogar. É sabida a facilidade com que as aplicações têm acesso a várias informações dos seus utilizadores, mas com o crescimento rápido do Pokémon Go, rapidamente isto tornou-se um assunto. Os programadores apressaram-se a dizer que era um erro e responderam com uma atualização esta terça-feira que só pede acesso a informações básicas. Este problema ocorreu principalmente com os utilizadores de iOS.

Existe um grupo português no Facebook

Em Lisboa, os melhores locais para encontrar Pokémons são a Alameda e o Campo Grande, sendo que no centro de Lisboa entre a Baixa, Terreiro do Paço e Cais do Sodré também podes encontrar em abundância PokéStops. Aqui e aqui estão dois em mapas bastante úteis para que vás percebendo os melhores locais por onde andar para jogar. Já existem grupos de Facebook caso queiras partilhas experiências: este é o que tem mais membros até agora.

pokemongo_05

O Pokémon Go pode ser instalado através da Google Play Store e da App Store.

Se estiveres pelo Porto, fica a saber que o Sea Life é uma das PokéStops da cidade e preparou um fim-de-semana especial para os aficionados. Ser uma PokéStop significa que é um dos locais onde é possível encontrar os tão cobiçados Pokémons, como também Pokéballs, pontos de experiência, novos ovos Pokémon, objectos gratuitos, entre outros. O Sea Life activar o chamado “Lure Module” em diversos momentos ao longo do dia, o que permite aos visitantes melhorar a visibilidade que têm dos Pókemons e encontrá-los mais facilmente, pois estes aparecem mais depressa. O aquário do Porto preparou também um “Menu Pokémon Go”, para que os jogadores possam aguardar tranquilamente pelo surgimento dos Pokémons, enquanto desfrutam da vista sobre a praia. O menu é composto por café e uma nata, e estará disponível por 1,95€.

Previous BitTorrent News vai ser um canal de televisão a partir de 18 de Julho
Next Já não podes ir ao McDonald’s ver porno enquanto comes um Happy Meal