Polícia interrompe marcha LGBT em Londres para pedir namorado em casamento

Spoiler alert: o namorado aceitou!

Quebrou o protocolo mas levou para casa um noivo e milhares de fãs pelo mundo web fora. Um agente da polícia metropolitana de Londres interrompeu a marcha LGBT da capital britânica no Sábado para pedir o namorado em casamento perante centenas de olhos atentos e chorosos, e muitos (muitos!) telemóveis curiosos. O momento foi captado por várias pessoas que o partilharam nas redes sociais, orgulhosas por terem presenciado um acontecimento que diz muito sobre a evolução que o Reino Unido tem feito na aceitação da comunidade gay.

O agente que protagonizou um dos pedidos de casamento mais mediáticos do momento é membro de um novo destacamento da polícia londrina, especializado em crimes cometidos contra a comunidade LGBT. Segundo as autoridades locais “faltava uma equipa especializada em casos LGBT que, após um trabalho muito árduo, foi criada.” 

O pedido não foi único. Houve pelo menos mais um, entre dois polícias, também ele com um final feliz.

A marcha deste ano foi dedicada às vítimas do ataque homofóbico de Orlando. O novo presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan, marchou e discursou no final, enfatizando que a comunidade LGBT deve sentir-se em casa na capital britânica.

Partilhou ainda no Facebook fotografias do desfile com uma mensagem onde diz que Londres é uma das cidades do mundo mais amigáveis para a comunidade LGBT, algo que foi comprovado com momentos como os pedidos de casamento. Disse sentir-se muito orgulhoso de ser o Mayor das milhares de pessoas que participaram na parada, parada que acabou por pôr o Reino Unido nas bocas do mundo, com um assunto bem mais feliz e colorido que o Brexit.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • A Rita Pinto é Editora-Chefe do Shifter. Estudou Jornalismo, Comunicação, Televisão e Cinema e está no Shifter desde o primeiro dia - passou pela SIC, pela Austrália, mas nunca se foi embora de verdade. Ajuda a pôr os pontos nos is e escreve sobre o mundo, sobretudo cultura e política.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt