Estará a Google a criar uma rede social nos resultados de pesquisa?

Apresentamos-te o Google Posts.

Discretamente, a Google lançou um novo produto. Chama-se Google Posts e basicamente permite partilhar posts, imagens e vídeos directamente nos resultados de pesquisa. Para já, só candidatos presidenciais norte-americanos podem usar este misterioso Google Posts, mas a ideia da empresa é expandi-lo a figuras públicas e organizações.

“Todos os dias milhões de pessoas pesquisam no Google, muitos deles procuram informação sobre as próximas eleições presidenciais. Agora existe uma forma de os utilizadores ouvirem o que os candidatos que estão a pesquisar no Google dizem em tempo real”, lê-se na página que apresenta o produto.

Os detalhes relativamente ao Google Posts são muito poucos. Existe uma app móvel que permite aos candidatos presidenciais publicar directamente nos resultados de pesquisa sobre eles. Podem partilhar texto, imagens e vídeo. Os posts feitos no Google podem ser partilhados noutras redes sociais.

googleposts_02

Este novo produto é particularmente interessante, dado que a empresa deixou de tentar transformar o Google+ num “Facebook” e tornou-se numa espécie de “Pinterest”.

De certa forma, o Google Posts parece o início de uma nova rede social, que funciona nos resultados de pesquisa. A empresa abriu-a aos candidatos presidenciais dos EUA, mas diz que vai alargá-la a figuras públicas e organizações no futuro.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Ainda em testes

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt