‘Youth’ foi o grande vencedor dos European Film Awards 2015


 

O filme Youth foi o grande vencedor dos European Film Awards 2015, que tiveram lugar este fim de semana em Berlim. O mais recente filme de Paolo Sorrentino, que, em 2014, viu o seu The Great Beauty a ganhar o Globo de Ouro e Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, levou desta vez o galardão de Melhor Filme Europeu, do ano bem como o de Melhor Realizador.

O drama, uma obra sobre a crise de idade e artística com a beleza cinematográfica a que Sorrentino já nos habituou, levou recebeu também o prémio de Melhor Actor, entregue a Michael Caine que, em 2001, já havia sido nomeado para este prémio, na altura pelo filme Last Orders.

O prémio de Melhor Actriz foi para Charlotte Rampling pela sua prestação em 45 Years, filme com estreia marcada para 31 de Dezembro em Portugal. A Pigeon Sat on a Branch Reflecting on Existence, de Roy Andersson, saiu-se distinguida como Melhor Comédia Europeia do ano.

Já o Melhor Argumento foi para Yorgos Lanthimos e Efthymis Filippou pelo filme inglês The Lobster. A dupla de argumentistas gregos que costuma trabalhar junta é a mesma de Dogtooth, produção grega nomeada ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2011. Amy, documentário sobre a falecida Amy Winehouse, foi também reconhecido nestes European Film Awards com o prémio de Melhor Documentário. Mustang, filme francês dirigido pela turca Deniz Gamze Ergüven, que tinha sido nomeado para Melhor Filme, ganhou “apenas” o prémio Melhor Revelação.

De recordar que As 1001 Noites, do português Miguel Gomes, já havia sido distinguido com o prémio de Melhor Design de Som (que no filme português esteve a cargo de Vasco Pimentel e Miguel Martins) em Outubro, altura em que foram anunciados os vencedores nas categorias técnicas.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.