Este vídeo explica como é que o Facebook está a roubar milhões de visualizações ao YouTube


O Facebook anunciou que, por dia, os vídeos partilhados na rede social geram 8 mil milhões de visualizações. Mas, conforme nota o canal de YouTube In A Nutshell, esse número é feito de mentiras, batota e – o pior de todos – roubo.

O In A Nutshell nota – e bem – que no primeiro trimestre deste ano o Facebook tirou pelo menos 17 mil milhões de visualizações ao YouTube, porque 275 dos 1000 vídeos mais vistos na plataforma foram roubados ao site da Google. A viralidade que o Facebook permite, graças ao seu algoritmo, são uns dos motivos deste roubo.

Mas o Facebook também faz batota com a contagem de visualizações. Na verdade, são necessários 3 segundos para contar como uma visualização, mesmo que o vídeo esteja sem som. Ou seja, como muitos dos utilizadores têm o auto-play activo, é fácil um vídeo de Facebook conseguir milhares de visualizações. O resultado? O engagement é inferior ao de um vídeo de YouTube.

O Facebook sabe deste problema, mas não se importa: ele faz dinheiro com os vídeos virais publicados na plataforma e roubados ao YouTube. Quem perde? Os criadores desse conteúdo.

Para mais detalhes sobre esta atrocidade, é melhor veres o vídeo em cima.