Rhei: Neste relógio, o tempo voa. Literalmente

O Rhei mostra-nos, de algum modo, qual a materialização dessa mesma expressão.

Rhei relógio

Todos nós já ouvimos a expressão “o tempo flui” (ou “o tempo voa”). Pois bem, agora, o Rhei mostra-nos, de algum modo, qual a materialização dessa mesma expressão.

O que é o Rhei? É apenas um relógio mas, provavelmente, o mais incrível relógio que já viste. Passa por ser um protótipo de um dispositivo de natureza eléctrica e mecânica, o display, onde aparecem os números que nos permitem ver as horas, é líquido. É esta combinação de características que, acrescida ao facto da substância líquida se encontrar sob a sua forma mais pura, permite que os números apresentados no display ganhem formas tangíveis.

Pode-se dizer que o relógio é um sistema com uma dupla essência: através da combinação das leis físicas e da própria natureza, o Rhei transforma a forma tradicional de mostrar horas, a analógica, na forma mais contemporânea, a digital.

A “magia” do Rhei só é possível graças ao empenho e ao prodigioso trabalho do designer Damjan Stankovic, que contou com a colaboração de Marko Pavlovic.

rhei_02

Se pensarmos sobre o conceito de tempo, compreendemos três coisas: o tempo é uma “unidade” subjectiva, está num movimento perpétuo, e a sua transitoriedade é implacável. E é esta dinâmica, quase meio transcendente, que o Rhei capta e materializa. Nunca há dois momentos temporais iguais, assim como não há forma de o Rhei mostrar exactamente a mesma configuração duas vezes.

O Rhei é então uma ideia, um conceito, que ganhou forma sob o corpo de um relógio digital.

Como o próprio Damjan Stankovic diz: “Time flows. Literally”.

rhei_03

rhei_04