Este é o “gang de 1 000 000 000 visualizações” do YouTube

Quando, em 2012, o “Gangnam Style” ultrapassou pela primeira vez a marca das mil milhões de visualizações no YouTube, os blogues e as publicações de tecnologia desataram a fazer disso notícia. Hoje em dia, um vídeo passar esse valor é quase corriqueiro.

O vídeo de Wiz Khalifa para “See You Again”, a sua música tributo a Paul Walker, chegou recentemente às 1 000 000 000 visualizações. Mas, com “Gangnam Style”, a produção do músico norte-americano não são os únicos neste campeonato, conforme nota Peter Kafka no site Recode.

A Katy Perry e a Taylor Swift, por exemplo, também são responsáveis por mais dois vídeos vistos mais de mil milhões de vezes. Ora atenta neste gráfico:

youtubemilmilhoesgang_02

Por outro lado, todos estes vídeos estão a chegar às 1 000 000 000 mais rapidamente. Até há poucos anos nenhum vídeo tinha gerado tantas visualizações, agora está acontecer frequentemente:

youtubemilmilhoesgang_03

Estas estatísticas reflectem obviamente a massificação da Internet e das tecnologias a ela associadas, como os computadores e mais recentemente os telemóveis. Também as ligações à web estão mais rápidas. Em suma, há Internet em muitos mais sítios, Internet muito mais rápida e Internet em mais mãos.

Para o YouTube, mais vídeos com mil milhões de visualizações significam mais argumentos para rivalizar com o Facebook (que tem feito inúmeros esforços no âmbito do vídeo) e para captar a atenção das editoras musicais (que podem alojar nele videoclipes, audios…).

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt