Já conheces a árvore que pára de crescer por respeito às vizinhas?

Um autêntico sinal de respeito entre semelhantes pelo espaço e pela sua individualidade.

Vivemos cada vez mais amontoados. Montes de objectos inúteis, filas de carros barulhentos, montes de casas apinhadas, magotes de pessoas. Num mundo em que cada vez estamos mais congestionados, é da Natureza que vem um exemplo de respeito pelos limites e  pelo espaço do outro.

A árvore, de seu nome científico Dryobalanops aromatica, ou referida como Kapur em malaio, cresce apenas em solos dos vales da zona continental da Malásia e na ilha indonésia de Sumatra. Estas árvores exalam um forte odor a resina, responsável aliás pelo baptismo aromatica, mas a sua característica mais distintiva é mesmo este magnífico padrão que podemos observar em baixo.

Quase como um puzzle visto do céu ou do solo, em que as copas das árvores estão juntas mas nunca se tocam ou emaranham. O fenómeno é conhecido em inglês pelo nome de “Crown shyness”, qualquer coisa como “copas envergonhadas” em português. Durante vários anos julgou-se que se tratava meramente de um fenómeno físico, no qual o contacto entre ramos de diferentes árvores inibia o seu crescimento, mas agora julga-se que as árvores comuniquem de facto entre elas.

Através da libertação de hormonas, as outras espécies de árvores Kapur sentem a presença de uma semelhante e isto inibe o crescimento dos seus ramos. Como a Dryobalanops aromatica tem um tempo de crescimento bastante lento, o resultado é um retalho lindíssimo sobre a floresta malaia, praticamente imutável durante décadas.

Um autêntico sinal de respeito entre semelhantes pelo espaço e pela sua individualidade. A sociedade podia aprender com estas árvores.

Foto: Flickr

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt