Este robô-mãe fabrica sozinho as suas próprias “crianças”

Um grupo de pesquisadores liderado pela Universidade de Cambridge construiu um robô-mãe que pode fabricar de forma independente as suas próprias crianças e testar as que se portam melhor e, em seguida, usar os resultados para melhorar o desenho da próxima geração, de modo que as características preferenciais são passadas de uma geração para a seguinte.

Os cientistas observaram o processo de evolução por seleção natural em ação em robôs através da construção de uma ‘mãe’ robô que pode projetar, construir e testar suas próprias ‘crianças’, e, em seguida, usar os resultados para melhorar o desempenho da próxima geração, sem depender de simulação de computador ou intervenção humana.

Texto: Ana Carreira

Aprofundar

On the origin of (robot) species (University of Cambridge): In order for the mother to determine which children were the fittest, each child was tested on how far it travelled from its starting position in a given amount of time. The most successful individuals in each generation remained unchanged in the next generation in order to preserve their abilities, while mutation and crossover were introduced in the less successful children.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • A Hoje é uma newsletter independente que todos os dias chega às caixas de e-mail de milhares de pessoas com as principais notícias da economia digital em que vivemos. É um produto desempoeirado que sabe tratar os assuntos da rede como eles são, sem sensacionalismo nem ignorância.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt