Mulher espanhola multada em 800€ por partilhar fotografia de polícia mal estacionado no facebook

fotografia polícia mal estacionado

Uma mulher de Alicante foi condenada a pagar 800€, de acordo com uma lei que está a causar controvérsia, por fotografar e partilhar facebook a fotografia de um polícia estacionado ilegalmente num parque já desactivado. Acompanhou a fotografia de uma descrição que dizia “Estacionem onde vos apetecer e nem se preocupem com multa.”

Em 48 horas a polícia já a tinha encontrado e passado a respectiva multa. A Lei de Segurança dos Cidadãos, popularmente conhecida por “ley mordaza,” entrou em funcionamento dia 1 de Julho, proibindo “o uso não autorizado de imagens de agente da polícia que possam colocar em perigo a sua segurança ou a segurança das suas famílias, assim como de operações policiais.”

A Amnistia Internacional condenou a lei, dizendo que a fotografia de polícias era essencial sempre que a violência excessiva fosse utilizada, mas a lei foi aprovada e pode variar entre os 600€ e 30.000€.

O porta-voz da polícia local, Fernando Portillo, disse que os agentes tinham estacionado naquele local porque estava a lidar com uma queixa de vandalismo nesse preciso momento num parque ali perto. A resposta rápida era essencial para apanhar em flagrante quem não estava a cumprir a lei.

Quando lhe perguntaram como a foto punha a polícia em risco, disse os agentes sentiram a sua honra colocada em causa e referiram o incidente à Câmara Municipal. Garante que preferia uma solução diferente, mas que a multa é legal.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt