Com cada vez menos editores voluntários, pode a Wikipedia evitar a influência do dinheiro?


Sempre soubemos que quando consultamos a Wikipedia corremos o risco de encontrar um artigo com informações falsas. Também conhecemos os casos de pessoas que eram falsamente dadas como mortas. Ou os artigos insultuosos para determinados políticos. Agora parece que a enciclopédia online está a ser invadida por um grande número de artigos editados por pessoas pagas para o efeito.

Foi isso que James Heilman, um médico estado-unidense e um dos editores mais prolíficos da Wikipedia em assuntos de medicina, descobriu ao ler um artigo sobre a cifoplastia, um procedimento utilizado no tratamento de lesões nas vértebras. Este é um tratamento cujos benefícios são controversos.

A dada altura o Dr. Heilman reparou que um utilizador anónimo tinha proposto substituir a parte referente à controvérsia dos resultados, pela frase estudo bem documentado, uma caracterização com a qual Heilman não estava de acordo. Devido a isso, decidiu rejeitar a alteração.

A curiosidade levou o médico a investigar a identidade da pessoa que tinha sugerido a alteração à página. Descobriu que se tratava de Kim Schelble, um funcionário da empresa Medtronic uma empresa que vende aparelhos médicos, nomeadamente, os utilizados na cifoplastia.

Esta proliferação de editores pagos deveria preocupar os responsáveis pela Wikipedia. Até porque basta uma pequena alteração na construção de uma frase para influenciar alguns decisores que a consultam.

Texto: Vasco Napoleão

Aprofundar

The Covert World of People Trying to Edit Wikipedia – for Pay (Joe Pinsker/The Atlantic): Even minor changes in wording have the potential to influence public perception and, naturally, how millions of dollars are spent.

Previous Mulher espanhola multada em 800€ por partilhar fotografia de polícia mal estacionado no facebook
Next WTF. As “ubers” são as novas “amazons”

Suggested Posts