Chegou o Affinity. Já podemos esquecer o Illustrator e o Photoshop?

Uma nova suite para ser uma alternativa à Adobe.

Quando uma app intitulada Affinity Designer apareceu no ano passado na Mac App Store, a imprensa rapidamente lançou a interrogação sobre se esta seria “o Illustrator killer”. Enquanto no Shifter tentamos obter uma resposta, apresentamos-te agora o mais recente membro da família. Chama-se Affinity Photo e pode ser a alternativa ao Photoshop.

As duas apps foram desenvolvidas pela Serif, uma empresa semi-desconhecida que tem alguma experiência no desenvolvimento de software de produtividade. Estas são só as duas primeiras apps de um pacote que, no próximo ano, vai incluir também o Affinity Publishing, que é uma resposta ao InDesign.

O software Affinity é desenhado especificamente para Mac e, por isso, tira partido de inúmeras características do seu hardware e software. Na verdade, o Affinity Photo, assim como o Designer, usam tecnologias como OpenGL, Grand Central Dispatch e Core Graphics que, na prática, significam elevados níveis de performance, quer se esteja a trabalhar com uma imagem de 100 megapixels ou com uma composição de 1000 layers: conseguimos fazer zoom a 60 fps, bem como ver todas as edições, como ajustes, filtros e efeitos, em tempo real.

Ser feita para Mac também significa ser compatível com todos os computadores que tenham Force Touch, permitindo acções diferentes consoante a pressão feita no trackpad. A app está optimizada para arquitectura de 64-bits, processadores multi-core e ecrãs Retina; e suporta iCloud Drive, assim como modo full-screen.

Na verdade, a Serif diz que o seu Affinity Photo é incrivelmente suave e rápido. Orientado para profissionais, inclui funcionalidades como correcção de lente e exposição, layers com filtros em tempo real, controlos para canais e máscaras, gestão avançada de layers, suporte para RAW, gestão de cor ICC, informação EXIF detalhada e importação/exportação para Photoshop PSD.

O Affinity Photo oferece ainda espaços de trabalhado específicos para cada tarefa, para além de barras de ferramentas personalizáveis com painés que se arrastam de um sítio para o outro. A app permite ainda desenhar vectorialmente e editar texto, permite criar brushes personalizados, suporta um número ilimitado de layers, tem um sistema de alinhamento de pixels e inclui um histórico de alterações para facilmente desfazer acções.

affinityphoto_01

affinityphoto_02

affinityphoto_03

affinityphoto_04

De resto, o Affinity Photo tem aquilo que esperavas numa qualquer app de edição de fotografia, de que é exemplo o Photoshop: existe uma ferramenta para remoção de objectos indesejados e de olhos vermelhos; é possível seleccionar detalhes em imagens; há inúmeros efeitos, como sombras, blurs e distorções… Podes trabalhar com paletes de cores CMYK, importar ficheiros de brush Adobe ABR e exportar os resultados finais numa variedade de formatos, incluindo PNG, TIFF, JPG, GIF, SVG, EPS e PDF.

affinityphoto_05

affinityphoto_06

affinityphoto_07

affinityphoto_08

O Affinity Photo está disponível na Mac App Store por 49,99 euros, sem qualquer plano de subscrição associado. Foi desenvolvido ao longo de 5 anos e é o segundo membro a chegar à família Affinity, depois de o primeiro ter ganho recentemente um prémio de design da Apple (um Apple Design Award).

Tal como o Affinity Photo, o Affinity Designer é feito para profissionais criativos, que procuram uma alternativa ao Adobe Illustrator. Rápido, o Affinity Designer oferece ferramentas para vectorização, gestão avançada de layers, uma interface optimizada para produtividade, suporte para cores CMYK,, e muito mais. Custa também 49,99 euros na Mac App Store, sem plano de subscrição associado.

affinitydesigner_01

affinitydesigner_02

affinitydesigner_03

affinitydesigner_04

affinitydesigner_05

affinitydesigner_06

affinitydesigner_07

affinitydesigner_08