O Facebook controla tudo. Agora até o tempo que demoras em cada post

Boas notícias para quem navega diariamente no News Feed e boas notícias para quem gere páginas de Facebook. A rede social vai finalmente contabilizar o factor “tempo” no momento de determinar se um dado post é interesse para aparecer no teu News Feed e no News Feed de mais pessoas.

O Facebook quer que o News Feed seja o mais personalizado possível para cada utilizador, mostrando apenas conteúdos interessantes. A rede social usa o like, o comentário, a partilha e o clique para determinar o que mostrar no (topo do) News Feed, mas muitas vezes acontece que a única interacção que temos com um post é um simples olhar.

Na prática, quantas vezes não estás a fazer scroll down no News Feed e paras num post? Vês e avanças para o próximo. Não deixas nem um like, nem um comentário, e muito menos partilhas esse post. Ah, e também não clicas para ver a foto em full-screen ou clicas no link. Só vês

“Aprendemos que em muitos casos, lá por alguém não gostar, comentar ou partilhar uma história no seu News Feed, não significa que ela não seja importante para ela. Existem alturas em que, por exemplo, as pessoas querem ver informação sobre um evento sério, mas não querem gostar ou comentar”, explica o Facebook em comunicado.

Assim, o Facebook alterou o algoritmo do News Feed para contabilizar o tempo que perdemos a ver um post no News Feed. “Se as pessoas demorarem significativamente mais tempo numa história em particular no News Feed que a maioria das outras histórias que vêem, isto é um bom sinal que indica que o conteúdo era relevante para elas”, explica a rede social.

O Facebook vai, então, usar o tempo para aferir o que te interessa e o que interessa aos outros utilizadores, de forma a melhorar o News Feed. Esta é uma mudança importante, que vai tornar a medição do que é interessante muito mais precisa e exacta.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt