O Google+ vai morrer e dar lugar a 3 novos produtos


A Google vai transformar a funcionalidade Photos do Google+ num produto independente, chamado Google Photos. O resto do Google+ (os perfis, as páginas, os círculos e os feeds) vai mudar de nome para Google Streams. Já o Hangouts, uma outra estrela do falhado Google+, vai continuar a viver como Google Hangouts.

Bradley Horowitz, um já antigo VP de produto da Google, confirmou esta separação do Google+ em três num post na rede social. Bradley vai ficar encarregue do Google Photos e do Google Streams, ocupando o cargo de David Besbris, que há menos de um ano tinha ficado encarregue do Google+. Bradley não terá, todavia, o Google Hangouts a seu cargo.

Os nomes “Google Streams”, “Google Photos” e “Google Hangouts” não têm qualquer referência à marca “Google+”, sugerindo que a Google vai matar esse nome, apesar de ainda não ter feito qualquer anúncio oficial nesse sentido.

Hoje, no MWC 2015, Sundar Pichai confirmou esta divisão do Google+ em três. “Para nós, o Google+ foi sempre duas coisas: um stream e um layer social. O stream tem uma comunidade apaixonante de utilizadores, mas o segundo objectivo era maior para nós”, referiu Pichai numa entrevista com Brad Stone, senior editor no Bloomberg Businessweek.

Está agora do lado da Google colocar cá fora os novos Streams, Photos e Hangouts.