Blur anunciam novo álbum, ‘The Magic Whip’. É o primeiro em 12 anos


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Em 2003, os Blur, uma das bandas maiores e mais importantes bandas de rock dos anos 90, lançaram Think Tank, o sétimo álbum de estúdio. Foi composto sem Graham Coxon, que tinha saído da banda meses antes devido a problemas com Damon Albarn e marcou o fim dos Blur, que acabaram pouco depois.

Em 2009, a banda reuniu-se novamente, já com Coxon de volta a bordo – como não poderia deixar de ser – para alguns concertos no Reino Unido, entre eles uma aparição enquanto cabeças de cartaz no festival Glastonbury.

Pouco mais aconteceu até 2013, ano em que a banda anunciou vários concertos por toda a Europa, incluíndo uma passagem por Portugal, no NOS Primavera Sound, que se juntaram a dois novos singles, “Under the Westway” e “The Puritan”, e, invariavelmente, as especulações à volta de um novo álbum começaram.

Depois de vários episódios, em que os músicos britânicos se chegaram à frente para, em diversos momentos, confirmar ou anular a hipótese de um novo álbum, chega finalmente a confirmação oficial. The Magic Whip é o novo do oitavo trabalho de estúdio da banda, 12 anos depois da última aventura. Com lançamento previsto para 27 de Abril, o disco foi, segundo Damon Albarn, gravado na sua totalidade em Hong Kong.

blur_themagicwhip

A banda anunciou também o primeiro concerto enquanto cabeça de cartaz. Vai ser no BST Hyde Park, no dia 20 de Junho. (Possível tour à vista?)

The Magic Whip:

  1. “Lonesome Street”
  2. “New World Towers”
  3. “Go Out”
  4. “Ice Cream Man”
  5. “Thought I Was A Spaceman”
  6. “I Broadcast”
  7. “My Terracotta Hear”
  8. “There Are Too Many Of Us”
  9. “Ghost Ship”
  10. “Pyongyang”
  11. “Ong Ong”
  12. “Mirrorball”
Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.