“Queremos passar da fase em que as pessoas precisam do Windows para a que adoram o Windows”


É indiscutível que com o Satya Nadella nos comandos, a Microsoft entrou numa nova era. E o Windows 10 é apenas uma evidência física dessa nova era, em que a empresa está a resolver os erros do passado e a tentar apanhar a concorrência. “Queremos passar da fase em que as pessoas precisam do Windows para a que escolhem o Windows e adoram o Windows”, apontou o CEO da Microsoft como sendo o objectivo fulcral do novo Windows 10.

Satya Nadella encerrou a apresentação desta quarta-feira do Windows 10. Uma apresentação que começou com a Cortana a tornar os computadores muito mais inteligentes, que continuou com o Windows 10 nos telemóveis e com as novidades da Xbox, e que culminou com a apresentação do Windows Holographic“Queremos que o Windows 10 seja a versão do Windows mais mais adorada”, disse o executivo. Será, pelo menos, histórica.

O discurso de Nadella mostra a visão do executivo relativamente ao futuro do Windows. São 12 minutos que merecem ser ouvidos.

A revista Wired traçou o perfil de uma Microsoft de Nadella e de hologramas. Um extenso artigo cuja leitura aconselhamos.