Para que queres um Óscar se podes criar o teu?


Terminado o anúncio dos nomeados para os Óscares 2015, feito no início desta tarde, a Internet foi rápida a notar a exclusão de The Lego Movie da categoria de Filme de Animação. Mas o filme não ficou de fora da lista de nomeados: poderá receber a estatueta dourada de Melhor Canção Original com o tema “Everything Is Awesome”.

Entre as muitas pessoas que tweetaram reacções à ausência do The Lego Movie, há uma que se destacou: Phil Lord, um dos realizadores do filme (The Lego Movie teve outro realizador: Chris Miller). “Está tudo bem. Eu fiz o meu próprio Óscar!”, disse, acompanhando o tweet com uma imagem de um galardão dos Óscares construído com peças Lego.

O galardão em LEGO não foi, na verdade, feito por Phil Lord. A “escultura” é da autoria de Nathan Sawaya, acérrima fã das pequenas peças de plástico, que a criou em Março de 2002 para um evento da Academia.

Phil Lord, o realizador, tweetou ainda:

The LEGO Movie foi um enorme sucesso financeiro para o LEGO. Para além da popularidade que conquistou e das críticas positivas que originou, o filme portou-se bem na bilheteira: com um orçamento de 60 milhões de dólares, The LEGO Movie fez mais de 460 milhões.

Previous A versão de Steven Soderbergh de ‘2001: A Space Odyssey’
Next Elon Musk doou 10 milhões de dólares para evitar que robots dominem o mundo