O novo Google Translate quase que faz magia

A app Google Translate para telemóveis recebeu hoje uma actualização importante – e é agora muito mais útil em viagens ao estrangeiro. Permite traduzir uma conversa falada em tempo real e também o texto de um sinal de trânsito ou letreiro através da câmara.

Se estiveres num país cuja língua não seja o português ou o inglês, é provável que tenhas dificuldade em perceber menus de restaurantes, sinais de trânsito, letreiros em montras de loja ou nomes de produtos em supermercados. Mesmo idiomas como o espanhol, o francês, o alemão ou o italiano – que alguns de nós entendem – podem pregar rasteiras.

Traduzir texto que vemos em espaços físicos é muito simples. Basta abrir a app Google Translate, apontar o telemóvel para o texto que queremos traduzir e como que magia o mesmo aparece traduzido no visor. Assim:

novogoogletranslate_01

A app já permitia usar a câmara para que a tradução. Bastava fotografar um texto, por exemplo, e a tradução era feita para uma das 36 línguas disponíveis. “Agora, estamos a elevar isto a um outro nível e permitir que traduza instantaneamente texto usando a câmara”, escreve a Google no seu blogue oficial.

Por agora, esta tradução instantânea funciona apenas com inglês, francês, alemão, italiano, português, russo e espanhol. A funcionalidade chama-se World Lens.

novogoogletranslate_02

Outra novidade é  a tradução de conversas em tempo real. Para isso, basta carregar no botão, falar para o microfone e o Google Translate faz em poucos segundos a conversão para o idioma selecionado. A app reconhece automaticamente qual das duas línguas está a ser falada, permitindo uma conversa fluída.

O vídeo mostra como:

A actualização chegará às lojas Android e iOS nos próximos dias. Actualmente, o Google Translate é utilizado mensalmente por 500 milhões de pessoas, que realizam mais de mil milhões de traduções diárias.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt