O Netflix vê o Popcorn Time como um concorrente sério


Um simples gráfico de tendências do Google na Holanda levou o Netflix a mostrar-se preocupado numa carta aos accionistas da empresa. Mostra que além da HBO, têm um novo concorrente em potência: a app Popcorn Time. Quando apareceu, foi apresentada como “o Netflix pirata” e parece que agora está a fazer frente a quem lhe deu o nome. Tem a seu favor a facilidade de acesso aos filmes, ainda que os conteúdos sejam pirateados e funciona em quase todos os sistemas operativos e aparelhos.

netflixpopcorntime_grafico

Apesar do sucesso da aplicação, a Holanda é um caso excepcional. É o único país onde os dois serviços andam a par e passo. Já foram feitos 1,3 milhões de downloads, o que torna a Holanda o segundo maior mercado para o Popcorn Time. O primeiro é o dos EUA com 1,4 milhões de downloads desde Setembro mas aqui, como na maioria dos mercados onde existe Netflix, o serviço é bastante mais popular que o Popcorn Time.

O relatório do Netflix pode, por isso, ser um pouco alarmista. O CEO Reed Hastings e o CFO David Wells assinam um documento onde, entre outros aspectos, sublinham que a pirataria é o maior inimigo do serviço. Não é uma preocupação nova, os executivos têm falado publicamente do assunto, pelo menos desde 2005, altura em que o principal negócio da empresa era o envio de DVDs pelo correio.

Mas os serviços que são bons demais para ser legais, rapidamente se tornam virais e o caso único da Holanda parece ser motivo suficiente de preocupação. Em Portugal, enquanto não chegar o Netflix, podemos sempre contentar-nos com a sua irmã pirata.

Previous Venda da PT Portugal à Altice foi aprovada
Next CEO da BlackBerry defende neutralidade não só na Internet mas também nas apps