Netflix nega estar a bloquear VPNs


No CES 2015, em Las Vegas, um executivo do Netflix negou as recentes notícias que davam conta de que o Netflix estaria a impedir o uso de VPNs para contornar os bloqueios regionais. “As alegações de que nós mudamos nossa política de VPN são falsas, disse Neil Hunt, CPO do Netflix. “As pessoas que estão a usar VPNs para aceder ao nosso serviço fora da área legal verão que elas funcionam como sempre funcionaram.”

Por outras palavras, podes continuar a usar o Netflix em Portugal mesmo ele não estando disponível no país. Como?

  1. instala a extensão Hola! no browser Chrome do teu computador;
  2. activa o Hola! para os Estados Unidos;
  3. acede a netflix.com e regista-te (o primeiro mês é gratuito).

Na semana passada, um número de utilizadores de serviços VPN reportou dificuldades em aceder ao Netflix, levando a especular sobre um possível bloqueio pelo próprio Netflix.

O Netflix não pode ser muito hospitaleiro para com os utilizadores que usam VPNs, pois este sistema permite que os conteúdos estejam acessíveis em regiões ou países que os estúdios de cinema não querem. Aliás, o uso de VPNs é contra os termos do serviço do Netflix, que está contratualmente obrigado a prevenir os utilizadores brasileiros a verem um filme ou uma série licenciada para a União Europeia.

Por motivo o Netflix não bloqueia VPNs?

O jornal The Guardian diz que o Netflix não bloqueia os utilizadores que usam VPNs para contornar as limitações regiões porque são demasiados.

Dados da empresa de estudo de mercado GlobalWebIndex indicam que mais de 30 milhões de utilizadores do Netflix vivem em países onde o serviço não está disponível, usando “esquemas” como os VPNs para aceder ao mesmo. Números que são para a empresa um incentivo financeiro robusto para não impedir quem contorna os bloqueios geográficos de o fazer. [Oficialmente o Netflix tem 50 milhões de utilizadores, em todo o mundo.]

Previous Água produzida a partir de fezes humanas? Bill Gates defende a ideia
Next Woody Allen vai ter a sua primeira série de TV com a ajuda da Amazon