SpaceX adiou o teste com a “jangada” gigante para Janeiro


O lançamento da cápsula Dragon, dentro de um foguetão Falcon 9, foi adiado para 6 de Janeiro, anunciou hoje a SpaceX. A empresa tinha o acontecimento marcado para hoje, incluindo a aterragem do foguetão, em pleno Oceano, numa plataforma flutuante de 91 metros de comprimento e 51 de largura.

A SpaceX justifica o adiamento desta missão de abastecimento à Estação Espacial Internacional (ISS) com anomalias registadas durante os testes de pré-lançamento feitos na terça-feira ao foguetão Falcon 9. “O teste não durou todo o tempo previsto”, referiu o porta-voz John Taylor à agência Reuters. “Os dados sugerem que poderíamos avançar sem uma segunda tentativa, mas por cautela optámos por executar um segundo teste estático de accionamento antes do lançamento.”

O lançamento na base aérea do Cabo Canaveral, na Flórida (EUA), havia sido planejado para hoje às 18h22 (horário de Lisboa). Foi adiado para 6 de Janeiro. Logo após o lançamento do foguetão, a empresa aeroespacial privada tentará fazer seu primeiro pouso de precisão. A ideia é pousar o foguete, que leva a cápsula, numa plataforma flutuante no Oceano Atlântico.

Há dois anos que SpaceX trabalha no desenvolvimento de tecnologias que permitam recuperar o primeiro estágio de seus foguetes para reduzir significativamente os custos dos lançamentos. Até agora, conseguiu pousar suavemente o Falcon em Setembro de 2013 e duas vezes este ano, mas fazê-lo sobre uma plataforma flutuante é um desafio maior.

(fonte: Reuters)