Obama, o presidente que também é programador


Foi há mais ou menos um ano que Barack Obama disse aos americanos que deviam aprender a programar. Como se estivesse a falar de atar os atacadores, o presidente dos EUA afirmou que era importante para o futuro do país e para o futuro pessoal de cada americano saber trabalhar e mexer nas ferramentas tecnológicas: “Don’t just buy a new videogame, make one. Don’t just download the latest app, help design it. Don’t just play on your phone, program it.” 

Agora, passou da palavra à acção e tornou-se (provavelmente) no primeiro presidente a escrever uma linha de código e a criar um programa de computador. O “programa” criado por Obama apenas desenha um quadrado no ecrã mas há que começar por algum lado. O acontecimento decorreu numa acção de promoção da Computer Science Education Week. Para isso, recebeu 20 alunos do ensino básico na Casa Branca que o ajudaram e seguiram passo-a-passo a criação dos códigos necessários.

Esta semana anual dedicada ao ensino de ciências de computação nas escolas é produzida pela code.org. Com um mote idêntico ao que Obama tem proclamado, a organização acredita que a aprendizagem da ciência das tecnologias e dos sistemas de programação devia fazer parte do sistema de ensino norte-americano e, por isso, cria e dinamiza várias iniciativas com crianças ligados ao tema.

Nesta, Obama foi um bom aluno. Hadi Partovi, co-fundador da Code.org diz que o presidente não completou o tutorial que era suposto e preferiu andar de estação em estação a ver o que os colegas andavam a fazer. Completou alguns dos exercícios que envolviam coisas como usar a ferramenta Google Blockly e escrever uma linha de código com linguagem JavaScript.

Previous Continua o ataque informático à Sony Pictures
Next Robbie Williams está à procura de emprego... e já recebeu algumas propostas