‘Mommy’: depois de Cannes, Xavier Dolan chega para surpreender Portugal


Mommy, o filme sensação do Festival de Cannes 2014, estreia em Portugal a 18 de Dezembro.

Xavier Dolan assinou este ano a quinta película e é considerado por muitos como um dos cineastas contemporâneos de maior talento. Com apenas 25 anos de idade já conta com seis longas-metragens – um fenómeno nada habitual.

No Festival de Cinema de Cannes de 2014, o jovem realizador canadiano foi não só o realizador mais jovem da competição, como também foi uma das grandes sensações. Conquistou o Prémio do Júri e teve a maior ovação do público – aplaudido efusivamente de pé. Repartiu este prémio Ex aequo com Jean-Luc Godard, com o filme Adieu Au Langage.

As reacções efusivas, em relação ao cineasta, acontecem muito por causa do seu estilo; o exercício técnico, o jogo das cores, a escolha da banda sonora e a teatralidade da interpretação, quebram as barreiras do convencionalismo – é uma espécie de soco no estômago desferido por aqueles que a sociedade julga como perdedores – um tema comum nos filmes de Xavier Dolan.

Em Mommy, descrito pela crítica como uma super-potência visual, Dolan volta à temática da sua primeira longa-metragem J’Ai Tué Ma Mère, escrita por si aos 19 anos – a relação de uma mãe viúva com o filho adolescente rebelde. Mas, se neste filme o tema central é a crise juvenil, em Mommy há uma crise existencial evocada pela mãe Die-Anne Dorval, actriz fetiche do realizador.

O argumento parece levar-nos para um universo extremamente emotivo, que tentará pulverizar as paredes psicológicas das suas personagens. No limite, como ocorreu em Tom À La Ferme (2013) ou mesmo em Les Amours Imaginaires (2010), esse desfecho nunca chega a consumar-se verdadeiramente, impedindo uma reflexão mais profunda dos protagonistas.
Como experiência cinematográfica, Xavier Dolan impressiona pelas extravagâncias visuais, que transpiram juventude. No entanto, e para além para além da estética, terá um longo caminho a percorrer até conseguir amadurecer os seus argumentos e chegar a uma obra-prima.

O filme estará em exibição nos seguintes cinemas:

  • Cinema MONUMENTAL
  • Cinemas UCI EL CORTE INGLÉS
  • Cinemas UCI ARRÁBIDA
  • Cinema IDEAL
  • Cinemas UCI EL CORTE INGLÉS
  • Cinemas UCI ARRÁBIDA
Previous Bem-vindos à casa do design português
Next Será este o teclado perfeito para iPhone?