Hackers dizem que a Sony Pictures fez a coisa certa ao cancelar o ‘The Interview’


Os hackers que atacaram informaticamente a Sony Pictures elogiaram, por e-mail, a decisão de cancelar o lançamento do filme The Interview e disseram que os dados da empresa ficarão seguros se a decisão for mantida, informou a CNN hoje, sexta-feira.

“É muito sábio da vossa parte terem tomado a decisão de cancelar o lançamento de The Interview”, disseram os Guardians of Peace, num e-mail dirigido à Sony Pictures. O grupo avisa que tem ainda os “dados privados e sensíveis” da empresa, mas garante a sua segurança se ela não “criar problemas adicionais”.

No e-mail, que não tem qualquer referência à Coreia do Norte nem ao seu líder e que se intitula simplesmente “Message from GOP”, o grupo de hackers diz ainda que quer praticamente todas as referências ao filme removidas da internet, isto é, os trailers publicados no YouTube e eventuais clips publicados em outros sites.

Em resumo, os Guardians of Peace elogiam a decisão da Sony e estarão sossegados se a Sony também se mantiver sossegada. O e-mail é claramente uma manifestação de vitória por parte do grupo que o FBI confirmou hoje estar associado à Coreia do Norte – uma informação que já tinha sido avançada ontem.