Coreia do Norte esteve quase 10 horas sem Internet


Foi um apagão aquele que se sentiu, ontem, num dos países menos ligado à Internet em todo o mundo. A Coreia do Norte vinha a sofrer desde sexta-feira quebras constantes na Internet, mas ontem ficou sem ela durante 9-10 horas.  As causas não são conhecidas, mas a falha surgiu em plena disputa entre Washington e Pyongyang.

A Dyn Research calculou 9 horas e 31 minutos, já a Cloudflare estimou 9 horas e 50 minutos. Certo é que durante quase 10 horas consecutivas o pouco da Coreia do Norte que pode estar online esteve offline. Na verdade, dos 24 milhões de norte-coreanos são poucos os que têm acesso à Internet: estima-se pouco mais de uma centena; na maioria, funcionários do Governo. O site Vox explica como funciona a Internet em terras norte-coreanas.

Durante o blackout, sites de várias entidades, como o da agência de notícias coreana KCNA ou o do jornal Rodong Sinmun, o maior do país, estiveram sem funcionar.

Recorde-se que os Estados Unidos não desmentiram um possível seu envolvimento no apagão norte-coreano. À revista Time, Matthew Prince co-fundador da Cloudflare, suspeita que foram hackers independentes, e não hackers governamentais, que estiveram por detrás do apagão.