Cards Against Humanity: como vender fezes de boi a 30 mil pessoas


Sim, o título está correto, por mais estranho que possa parecer. A Cards Against Humanity é uma empresa peculiar. Com um conceito que vive essencialmente da sátira e da irreverência, a marca assume uma posição de assumida contestação que gerou uma recepção extremamente favorável por parte dos media e público em geral.

Para além do jogo de cartas multijogadores que lhe deu nome, a Cards Against Humanity faz pequenas promoções e eventos em ocasiões especiais, sempre com o mindset da sátira social e da posição simbólica presentes.

Pois bem, parece que a Cards Agains Humanity tem um problema com a Black Friday. É compreensível, não fosse este uma espécie de culminar anual do consumismo e materialismo que assolam os EUA. O ano passado, ao invés de oferecer um desconto nos preços do seu jogo e expansões, cobrou mais 5 dólares extra como “promoção” especial de Black Friday. O público, contudo, adorou a ideia.

Este ano, novamente por ocasião do grande dia de descontos norte-americano, a Cards Against Humanity voltou a fazer das suas: fez uma promoção especial intitulada “Bullshit”, por apenas 6 dólares a caixa.

No site estava explicitamente descrito que a caixa da promoção continha, literalmente, fezes de boi. Acontece que a empresa já tem um historial de esconder pequenas expansões para o jogo em promoções nonsense como esta – o anúncio do The Biggest Blacker Box é um regalo para qualquer amante de sátira e sarcasmo, pelo que a legião de fãs do jogo apressou-se a comprar a promoção exclusiva, que esgotou em 2 horas.

Dentro da caixa estava aquilo que havia sido prometido – fezes de boi. Uma “poia” verdadeira, defecada por um boi de carne e osso. Nada mau, por 6 dólares. Uma clara acção simbólica contra o Black Friday, como que se estivessem a dizer que é legítimo vender fezes a sério quando neste dia há tanta gente a comprar e a vender… merda, na forma de negócios, descontos e quês.

Acontece que os cerca de 30 mil felizes e certamente surpreendidos contemplados não terão ficado arrependidos. Para além de terem recebido exactamente o que lhes havia sido prometido, souberam então que todo o lucro obtido vai reverter a favor da Heifer International, uma organização de caridade internacional que atua contra a pobreza e a fome mundial.

cardsagainsthumanitybullshit_02

cardsagainsthumanitybullshit_03

cardsagainsthumanitybullshit_04

(fotos: Imgur)