Agência espacial francesa vai ajudar a Google a concretizar o Project Loon


A agência especial francesa – ou CNES – é praticamente uma especialista em balões e vai ajudar a Google a desenvolver o Project Loon, a sua iniciativa para conectar o mundo. Em troca, a Google dará à CNES dados sobre a estratosfera e o buraco do ozono para que a agência espacial prossiga os seus estudos científicos.

Com o Project Loon, a Google quer levar internet de alta velocidade aos cantos pobres e rurais do planeta usando balões com antenas. O projecto parece estar bem encaminhado (graças a preservativos!), mas há ainda muito a fazer para que o mesmo se torne uma realidade viável. É aqui que entra a CNES: a agência espacial francesa fornecerá à Google as ferramentas e o conhecimento que possui para o “desenvolvimento da próxima geração de balões”, lê-se no comunicado de imprensa.

A CNES não é propriamente novata nesta coisa dos balões estratosféricos: tem estado a trabalhar nesta tecnologia há mais de 5 décadas, aplicando-a à investigação, e pode ser considerada uma especialista. A Google assistirá a agência espacial francesa na análise da estratosfera e do buraco de ozono com balões na região por cima da Antárctica.

O Project Loon tem conhecido nos últimos meses alguns progressos interessantes. Recentemente, por exemplo, a Google fez uma parceria com a maior operadora de comunicações australiana para um importante teste de voo.

O Shifter é gratuito e sempre será. Mas, se gostas do que fazemos, podes dar aqui o teu contributo.