‘Gotham’: os primórdios de um super-herói, para quem gosta de super-heróis


Se és espectador assíduo da FOX, a série Gotham já não te deve ser estranha. Há meses que teasers e excertos do making of fazem parte da programação do canal e geram buzz e expectativa à volta do dia 11 de Novembro. Gotham estreia na FOX esta terça-feira mas o Shifter já teve acesso – e de forma legal – ao primeiro episódio. Estivemos presentes na ante-estreia da série no Lisbon & Estoril Film Festival e contamos-te agora algumas novidades em primeira mão.

A apresentação foi no Centro de Congressos do Estoril numa sala pouco cheia. Elogios sem fim confirmam que talvez seja a série mais esperada do momento, não só por quem é fã da DC Comics. A crítica internacional considera-a uma das revelações do ano. Gotham conta a vida na cidade de Batman, antes do seu aparecimento. A série foi criada por Bruno Heller, também criador de O Mentalista, e conta a história da origem de algumas das personagens mais conhecidas de Batman.

As primeiras imagens no ecrã desvendam uma cidade escura e sombria, a Gotham que sempre nos foi apresentada nas várias adaptações da história. O ambiente é confirmado quando na primeira cena assistimos ao homicídio dos pais de Bruce Wayne. Uma cena dramática e teatral, pontapé de partida para um episódio que se mantém no registo até ao fim.

gothamantestreia_01

O acontecimento marca o momento em que o jovem Wayne conhece a Gotham do crime e da violência, e a partir daí vai crescendo o Batman que há em si. Mas enquanto Bruce tiver 12 anos vai precisar de ajuda para combater o mal das ruas. Ninguém melhor que Jim Gordon, um novato na polícia que rapidamente se apercebe dos perigos da cidade. Jim é interpretado por Ben McKenzie, o actor que ficou conhecido pela série “OC – Na terra dos ricos” onde durante quatro temporadas foi a crush de muitas adolescentes. Dificilmente imaginamos que o Jim Gordon de McKenzie viria a ser o Comissário Gordon de Gary Oldman na trilogia de Christopher Nolan. A comparação é quase impossível, entre actores e entre série e filme. Da lista de nomes que já interpretaram James Gordon, seria fácil encontrar outro que lhe desse o valor devido, da primeira vez que a personagem é protagonista.

Ao longo de 40 minutos e enquanto Gordon procura o assassino dos pais de Wayne, são introduzidos na história uma ainda mini-Poison Ivy, um ainda jovem Enigma e um já weirdo Pinguim. Não nos são apresentados como tal, ainda não têm estes nomes, mas as suas principais características já lá estão.

Spoilers de parte, a personalidade das personagens não traz grande surpresa, e não é só porque já as conhecemos de outras andanças. Temos um “good cop“, um “bad cop” e muitos “dirty cops“, um vilão à la Padrinho ligado à máfia, capangas que espancam polícias na área frigorífica de um talho, um protagonista herói de guerra, honesto e demasiado perspicaz, homem moral e decente, com um apartamento talvez demasiado luxuoso para um salário de polícia, uma namorada linda com um passado (possivelmente) lésbico e que anda sempre impecavelmente penteada numa cidade onde chove constantemente. Se não os conhecêssemos a todos dos vários remakes de Batman podíamos tê-los conhecido em cerca de 70% das séries norte-americanas alguma vez produzidas.

gothamantestreia_02

Dos principais, a única personagem nova é Fish Mooney, que nem por isso é menos estereotipada que as outras. Vilã de vermelho, mulher sexy que com o seu charme tem contactos entre os bons e os maus, é mais dura que muitos homens, é rainha num mundo de homens. Como se o mundo do Cavaleiro das Trevas não tivesse vilões que bastem, Heller dá-nos Jada Pinkett Smith em versão Fish Mooney para apimentar a série com mais tacadas de basebol, sangue e vigarice.

Bruno Heller diz que criou a história seguindo a linha de Nolan, sem que as duas versões se toquem e, na verdade, se pareçam. Para os mais aficcionados do universo DC Comics, Gotham não deve ser novidade. Mas talvez devesse, até porque foi para eles que a série foi feita.

Previous 500 milhões de pessoas usam o Facebook Messenger
Next ‘Interstellar’