Do Porto para Itália: Frederico Draw convidado a pintar em 5 cidades italianas


Olhares fortes, rostos femininos e expressivos. Esta é a promessa do nosso artista urbano portuense Frederico Draw que já se encontra em Itália. O artista irá apresentar cinco murais no âmbito do Dia Mundial pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que se assinala a 25 de Novembro.

“Este convite surgiu por parte do curador do projecto, Davide Rossilo, que conheceu o meu trabalho através de um amigo e artista, Daniel Eime, que tinha estado presenta no Memorie Urbane em Maio deste ano e que lhe tinha apresentado o meu trabalho. Para este projecto a escolha por parte do curador recaiu pelo facto dele considerar interessante a expressividade com que eu trabalho o olhar nas minhas peças”, confessou Frederico.

O programa é da responsabilidade da associação italiana Turismo Criativo, que promove o festival de arte de rua Memórias Urbanas, e será desenvolvido num conjunto de centros urbanos situados entre Roma e Nápoles. Esta associação iniciou este projecto há apenas dois anos, aquando de um convite da ONU que propôs este desafio: pintar para sensibilizar um dos maiores problemas a nível mundial. É por isso um projeto com um intuito forte que atribui a Frederico Draw uma responsabilidade acrescida.

“Como qualquer outro projecto sinto cada vez mais uma responsabilidade acrescida no que toca à apresentação do meu trabalho, no entanto, obviamente que neste caso sinto uma responsabilidade acrescida dada a sensibilidade e importância do tema mas também pelo facto de ver o meu trabalho reconhecido e divulgado no estrangeiro. A causa é nobre e isso faz com que me envolva profundamente no projecto.”

fdrawitalia25nov_02
Foto: Flavia Flengo

Os rostos que irão ser pintados são fruto do espólio fotográfico do próprio artista. No que toca aos pedidos do programa, Frederico confessa que não existe uma regra muito estrita. “Foi-me apenas pedida a utilização da figura feminina, logicamente por ser o tema central de todo o projecto e a utilização da tag ’25 Novembre’… Fora isso, total liberdade criativa!”  

Além dos murais, existe ainda uma serigrafia assinada pelo artista que tem como objectivo ajudar a sustentar as despesas do projecto. Qualquer pessoa poderá adquirir a serigrafia. Existe uma edição limitada de 49 obras assinadas e disponíveis para venda em www.streetartplace.com.

Para o portuense Frederico Draw, de 25 anos, este é o primeiro grande projecto no estrangeiro embora já tenha participado em 2013 numa exposição colectiva em Dallas, no estado norte-americano do Texas, e este ano esteve em Vigo, Espanha.

Frederico pinta essencialmente a preto e branco, com latas, mas também com tinta plástica, tudo em mão livre, ou seja, sem recurso a moldes.

Fotos: Flavia Flengo