A Jolla quer fazer um tablet e conseguiu 1 milhão de dólares em crowdfunding


A Jolla não te deverá ser uma marca desconhecida. Empresta o nome a um telemóvel, que te mostrámos em Fevereiro, directamente do Mobile World Congress. Agora a start-up finlandesa quer fazer um tablet, com o mesmo “sangue” do seu telemóvel – o Sailfish OS, um sistema operativo baseado em Linux – e está à procura de apoio junto da sua comunidade.

Se chegar a ser realidade, o Jolla Tablet terá um ecrã de 7,85 polegadas com uma resolução de 2048×1536 pixels, um processador quad-core de 1.8 Ghz com arquitectura de 64-bit, uma câmara traseira de 5 megapixels, 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno. Características que o colocarão lado a lado com os topo de gama do mercado, como o iPad Air 2 ou o Nokia N1 – apesar de não ser tão fino, nem uma peça única de alumínio.

jollatablet_comparativo

O Jolla Tablet correrá o Sailfish OS, um sistema operativo de que ouvimos falar pela primeira vez há cerca de um ano, quando a fabricante finlandesa o introduziu no seu telemóvel. Desde essa altura, tem-se entretido a aperfeiçoá-lo, contando-se 9 actualizações, 350 novas funcionalidades e 13 000 bugs corrigidos. Apesar de ser baseado em Linux, o Sailfish OS corre apps Android, como o Spotify, o Skype, o Netflix, o YouTube, o Twitter, o Instagram, entre outros.

No Jolla Tablet, o Sailfish OS permitirá, diz a empresa, a melhor experiência multitasking do mercado; será possível, por exemplo, ter duas apps a serem executadas lado a lado e em simultâneo.

jollatablet_02

Para concretizar o seu tablet, a Jolla decidiu pedir ajuda à comunidade. A start-up finlandesa pedia 380 mil dólares numa campanha de crowfunding no Indiegogo, mas ao fim de apenas dois dias já tinha reunido mais de um milhão de dólares. Significa isto que o Jolla Tablet vai mesmo acontecer.

Os primeiros 1 000 contribuidores receberão o produto por 189 dólares, os 1 000 seguintes por 199 dólares. O preço final do Jolla Tablet será de 249 dólares.