Um dia, calha a todos…


Se nos perguntarem como imaginamos o nosso próprio funeral, isso pode parecer-nos estranho. Há quem idealize algo com música, sem pessoas a chorar, com havaianas, junto ao mar ou o inevitável ambiente pesado, sem risos ou diversão. De qualquer forma, imaginamos pessoas reunidas para se lembrarem de nós e talvez por isso consigamos fazê-lo de uma forma mais ou menos descontraída. Mas se nos perguntarem como imaginamos o funeral de alguém que nos é próximo, a nossa reacção pode resumir-se a um silêncio constrangedor. Foi para provar isso que a seguradora Fidelidade resolveu questionar 10 pessoas.

Este último filme publicitário da Fidelidade, por razões óbvias, tem provocado algumas lágrimas e pele de galinha a quem o vê. A mensagem é forte e serve para comunicar o Fidelidade Protecção Funeral, um seguro que, diz a empresa, não te protege, mas protege os que mais gostam de ti.

O filme tem a assinatura da agência Fullsix Portugal.

Direcção Criativa: Mafalda Quintela e Francisco Chatimsky
Criatividade: Alberto Vieira, João Almeida Santos, Mafalda Quintela e Francisco Chatimsky Gestão de Projecto: Telmo Ramos, Marta Gomes Ferreira
Direcção de Projecto: Pedro Batalha
Design: Nuno Aguiar, Ana Chande, Pedro Maia, André Martins
Motion: Tomás Franco Sousa
Produção/Realização: Maria João Geoçalves / André Braz