Garrafas com os nossos nomes aumentaram as vendas da Coca-Cola pela 1ª vez numa década


A campanha Share a Coke da Coca-Cola – que colocou os nossos nomes nas garrafas e latas da icónica bebida – foi responsável por um aumento de 2% das vendas no mercado norte-americano, diz o Wall Street Journal. Trata-se do primeiro aumento em 11 anos de queda.

Parece que a solução para colocar os norte-americanos a beber novamente cola é colocando os seus nomes nas embalagens, foram usados mais de 250 nomes diferentes. As garrafas e latas podiam também conter nomes mais genéricos, como “Friends”, “BFF” ou “Family”. Pela personalização, a campanha pareceu apelativa a todos, mas especialmente aos consumidores mais jovens. “No final do dia, o nosso nome é a coisa mais pessoal que temos. É a nossa impressão digital, a nossa identidade numa palavra”, disse Lucie Austin, um dos responsáveis pela marca.

A Coca-Cola diz que o Share a Coke é apenas uma acção temporária, e que as garrafas e latas normais estão a ser repostas nos pontos de venda. Contudo, de acordo com Evan Holod, gestor sénior da marca, citado pelo Wall Street Journal, diz que a empresa está a ponderar recuperar a campanha no próximo ano.

A campanha Share a Coke começou na Austrália em 2011, pelas mãos dos criativos da agência de publicidade Ogilvy. Foi posteriormente exportada para mais de 70 países, incluindo os Estados Unidos este Verão.