Luta contra a doença ELA faz-se com um balde de água fria de cada vez


É a nova moda do momento e está cada vez mais trendy: é o Desafio do Balde de Água Gelada. Esta tendência já tomou conta das redes sociais, tendo sido posta em circulação há apenas algumas semanas, e soma participantes como Justin Timberlake, Martha Stewart, Jimmy Fallon e a octagenária matricarca da família Kennedy, Ethel Kennedy.

Um dos mais recentes convertidos ao movimento foi o CEO da Microsoft, Satya Nadella, que num divertido vídeo publicado no Youtube desafia os CEOs da Google e da Amazon, Larry Page e Jeff Bezos, respectivamente, a entrar no “duche gelado”.

Também Mark Zuckerberg o fez.

E Philip Schiller, um dos executivos da Apple:

O desafio é literalmente um balde de água fria para os participantes, mas por uma boa causa: as pessoas devem filmar-se a ser encharcadas com um balde de água gelada e publicar o vídeo nas redes sociais, desafiando novos potenciais participantes e apelando à luta contra a doença degenerativa Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Se os desafiados não quiserem correr o risco de ficar em hipotermia, ou se demorarem mais de 24 horas a concluir o desafio, são convidados a doar dinheiro a uma acção de caridade das associações ELA à sua escolha.

O movimento foi inspirado por Pete Frates, um ex-jogador da equipa de basebol da Universidade de Boston que sofre de ELA. Frates partilhou a sua história e o conceito do desafio nas redes sociais, tendo logo recebido a atenção de várias cadeias de televisão norte-americanas e criado assim uma enorme onda solidária.

Muitos questionam a finalidade do desafio, tendo inclusivamente a revista TIME publicado um artigo sobre a eficácia deste fenómeno online. Afinal, como é que o acto de despejar um balde de água pela cabeça abaixo pode ajudar a curar o que quer que seja? A verdade é que, desde o dia 29 de Julho, a associação de ELA norte-americana já conseguiu angariar mais de 2,3 milhões de dólares (aproximadamente 1,72 milões de euros) que irão reverter para a investigação de tratamentos para esta debilitante doença que até agora permanece incurável.

Claro que a ideia é tola mas o sucesso da campanha é indiscutível: a mensagem chegou ao próprio presidente Barack Obama que foi desafiado a participar pela Ethel Kennedy, tendo o líder preferido fazer uma doação monetária em vez de “mergulhar” no movimento.

O Youtube está cheio de vídeos de desafios que já tiveram os seus “15 minutos de fama” e que passado o seu reinado nas redes sociais, e tendo desaparecido o hype a eles associado, levantaram questões como: “Porque é que alguém faria uma coisa daquelas?”; “Qual é o fim de tal barbaridade?” e “Porque é que os maiores Youtubers continuam a perpetuar estes actos primitivos?”.

Mas muitos de nós passámos horas em frente aos computadores, com expressões de maravilha e horror estampados no rosto, a pensar se conseguiríamos concluir o desafio da canela, ou beber um galão (aproximadamente 3,8 litros) de leite numa hora, ou se seríamos capazes de ignorar tudo o que já aprendemos e observámos sobre o assunto e meter uns mentos na boca seguidos de uns golinhos numa Coca-Cola Zero.

Então porque não dar também a nossa atenção a este desafio que põe figuras poderosas e caras conhecidas em situações ridículas e que aparentemente tanto tem feito para dar a conhecer a triste realidade vivida por pessoas no mundo inteiro? Se a finalidade é reunir os meios necessários para talvez um dia acabar com o sofrimento de milhares e se os resultados estão à vista, então que se continue a despejar baldes de água e a passar a mensagem.

Não nos esqueçamos que as ideias mais descabidas parecem ser as que mais agarram a atenção do público (como o caso da famosa salada de batata que arrecadou milhares de dólares). O Desafio do Balde de Água Gelada será mais um daqueles casos estranhos em que aparentemente os fins justificam os meios.

Quem quiser ajudar directamente a Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica poderá encontrar tudo o que precisa de saber aqui.

Previous Em breve, o USB será como o Lightning da Apple. Finalmente!
Next 1 sec // FUSING 14.08.2014