O iPhone que foi ao espaço e voltou

Andrew Castley, professor de ciências na Academia Giles, em Boston (Inglaterra), reuniu alunos de matemática, física e comunicação social num projecto bem cativante: enviar um iPhone dentro de um balão de hélio para o espaço. O engenho subiu até 30 quilómetros de altitude, isto é, até à estratosfera.

A viagem do iPhone durou cerca de 2 horas e meia. Depois de um pequeno precalço (uma colisão com uma árvore), o aparelho subiu cerca de 30 quilómetros até à estratosfera, uma das camadas da atmosfera terrestre. Aí o balão rebentou, iniciando-se a descida. O iPhone acabou por cair suavemente, graças ao paraquedas incorporado, a cerca de 64 quilómetros do local de lançamento, em Norfolk.

Ficou tudo registado num vídeo:

Castley e os alunos demoraram 2 anos a planear esta viagem, até porque precisaram de fundos para a realizar. Por exemplo, o iPhone precisou de levar acoplado um sistema para resistir às baixas temperaturas. Também o paraquedas, que fez com que a queda do aparelho fosse suave, precisou de ser custeado.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt