Google Fit é a resposta da Google ao HealthKit da Apple


Chama-se Google Fit e é a resposta directa da tecnológica de Mountain View à plataforma HealthKit da Apple, anunciado neste WWDC. Aliás, o Google Fit tem exactamente o mesmo objectivo que o HealthKit: funcionar como um hub para todos os dados de saúde e fitness dos utilizadores, recolhidos por smartphones, smartwatches, pulseiras ou outros aparelhos.

Na prática, o Google Fit é um conjunto de APIs que permitirá aos programadores sincronizarem dados de saúde e fitness entre wearables e outros aparelhos. A Google já tem acordos com empresas como a Nike, a Adidas, a Intel e a Runkeeper; todas elas terão as suas apps integradas no Google Fit. Número de passos dados, ciclo de sono, calorias perdidas e batimentos cardíacos são alguns exemplos de dados que podem passar por uma plataforma como esta.

Não se sabe se o Google Fit terá uma app dedicada no Android, tal como o HealthKit tem: no iOS 8, existirá a app Health para que o utilizador possa, por um lado, controlar todos os seus dados e, por outro, ter sempre à mão. Uma app do Google Fit é interessante e útil para o utilizador, mas a Google poderá querer manter o serviço no background do Android.

O Google Fit estará disponível a partir do Outono juntamente com o Android L.

Previous Em breve, poderás usar apps do teu Android num computador com Chrome OS
Next Com a Android TV, a Google ataca de novo a sala de estar