FOX vai levar a ‘Porta dos Fundos’ do YouTube para a TV


Fechado, cara! A FOX Internacional pôs as mãos no pote de ouro do humor brasileiro e anunciou que vai levar a Porta dos Fundos do YouTube para o grande (velho) ecrã, a TV.

“Porta dos Fundos” é sinónimo de sucesso no Brasil. O projecto, que começou como uma reunião de amigos que lançou um canal no YouTube em 2012, rapidamente se tranformou num fenómeno. O canal conta hoje com mais de 8 milhões de inscritos e 900 milhões de visualizações, o que o coloca como o canal com mais inscritos em todos os países de língua portuguesa, o 18º a nível mundial.

Entretanto, o projecto expandiu-se, tornou-se um sucesso também a nível publicitário com comerciais para a Coca-Cola, Itapaiva, Samsung e outras grande marcas. Além disso lançaram um livro, que foi inclusivamente apresentado em Portugal, em Dezembro, por dois dos criadores do canal, e já anunciaram a produção de um filme.

Face a todo este hype em torno da “Porta”, várias estações de televisão aliciaram-nos com uma mudança para o pequeno ecrã, nomeadamente a Globo, a maior emissora da América Latina. Todavia, o grupo sempre recusou uma eventual mudança, alegando que nunca iriam ter a liberdade criativa que possuem na Internet, onde abordam de forma polémica, contudente e hilariante alguns temas como política e religião, o que aliás já lhes valeu alguns processos.

Contudo, a estação de TV por cabo FOX conseguiu mesmo convencer a Porta dos Fundos a mudar-se para a televisão. A iniciativa contempla a produção de uma série original para 2015 com doze episódios de trinta minutos, além do desenvolvimento de outros programas. A FOX poderá ainda aproveitar os conteúdos já desenvolvidos pelo canal de YouTube, que conta com mais de 400 vídeos.

Uma jogada que, no fundo, não deixa de ser inteligente. Já com um nome firmado graças ao imenso sucesso do canal do YouTube (que recentemente passou a exibir três vídeos por semana), o grupo consegue um contrato certamente com números generosos e deverá manter aquilo que sempre apregoou, a liberdade de fazer humor sobre qualquer tema, sem limites e censura.