Um Google Maps para explorares o Mundo de Game of Thrones

Com o avançar de Game of Thrones, cada vez mais se torna difícil situar geograficamente cada uma das mortes que acontecem em Westeros (para as duas pessoas que não vêem Game Of Thrones, é o mundo de fantasia da série).

A partir de agora é possível sabermos a dimensão geográfica desta série através do quartermaester.info, um mapa que, juntamente com a API do Google Maps, permitiu criar uma versão interativa de Westeros, onde é possível seguir as rotas das diferentes personagens ao longo da série. É ainda possível conhecer os nobres líderes de cada casa, bem como um conjunto de informações que ajudam a perceber o desenrolar de uma das séries mais badaladas de sempre, baseadas na Wiki of Ice and Fire – uma espécie de Wikipédia criada para a série Game of Thrones.

O utilizador do mapa tem ainda controlo sobre o mesmo, pois permite que este navegue nos diferentes capítulos da história, sem que desvende pormenores dos episódios que o utilizador ainda não viu.

De recordar que, em 2012 foi criado um mapa que conquistou alguns elogios de George RR Martins, escritor da saga, que disse: “This is a very handsome map. And based on the information you have, it’s quite good.”

É certo que o conjunto de funcionalidades do Google Maps tem dado que falar ultimamente devido as suas aplicabilidades. Esta é mais uma forma de utilização criativa desta ferramenta da Google.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • O Rúben é Marketing Coordinator do Shifter. Estudou Publicidade e Marketing na Escolha Superior de Comunicação Social, em Lisboa, e é digital strategist na agência Arc.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt