Smartphone modular da Google no mercado em 2015


Que a Google está a preparar um smartphone tipo LEGO já todos sabemos, mas ontem foram dados mais detalhes sobre o mesmo. Por exemplo, o ano de comercialização: 2015. Parece que, afinal, isto dos smartphones modulares é algo bem realista e não assim tanto futurista.

O projecto intitula-se Project Ara. Começou na Motorola, mas transitou para a Google quando a segunda se livrou da primeira (a Google vendeu a Motorola à Lenovo). A ideia é que possamos moldar o telemóvel à medida das nossas necessidades, escolhendo que câmara e processador queremos nele, por exemplo. Mas há mais: poderemos também trocar determinadas peças (por exemplo, a bateria) sempre que necessário, sem termos de deitar todo o equipamento fora. Assim, se um telemóvel dito normal tem um período de vida de 2 anos, um aparelho Ara viverá 5, 6 ou até mais anos (estima-se).

A Google lançou recentemente o Module Developers Kit para os programadores começarem a olhar para o Project Ara e a desenvolverem ideias em torno do mesmo. Esta terça e quarta decorreu a primeira conferência para programadores, mas pelo menos mais duas acontecerão este ano, antes do lançamento ao público do Ara.

Esse lançamento deverá acontecer em Janeiro de 2015, se tudo correr como previsto. Mas será em modo beta, com apenas um modelo disponível: chamar-se-á Gray Phone e terá um custo estimado de 50 dólares; incluirá wi-fi, um ecrã e outros componentes básicos para colocar os programadores familiarizados com o Ara.

projectara_personalizacao

No entanto, Paul Eremenko, a cabeça do Project Ara, tem previsto ter tudo pronto para a grande massificação do produto a partir de Abril desse ano. Nessa altura, já poderemos escolher cores, padrões e fazer todas as configurações possíveis de módulos através de uma ferramenta online.

 

Previous Lentes de contacto que deixam ver no escuro?
Next A selfie do vice-presidente dos EUA com o presidente dos EUA