Jelly, uma rede social de P&R que só funciona no mobile


O co-fundador do Twitter Biz Stone tem um novo projeto. Chama-se Jelly e é uma espécie de Quora com fotos. Trata-se de uma rede social que permite fazer perguntas e obter rapidamente respostas da comunidade. Funciona apenas no mobile, em iOS e Android.

Segundo Stone, o Jelly pretende ser um motor de busca adaptado a 2014. Por isso, tem de viver no mobile. E, por isso, tem de ser social. E, por isso, funciona com fotos. “Se tens uma pergunta, alguém saberá a resposta”, disse o jovem empreendedor no vídeo que anuncia a plataforma.

Mal abrimos a app, é-nos pedido para tirar uma foto e com ela fazer uma pergunta. Com um deslize com o dedo, tiramos a câmara da frente e podemos ler as perguntas dos utilizadores. Podemos deixar de imediato a resposta ou, caso não a saibamos, enviá-la para alguém que possa sabê-la. Debaixo de cada pergunta, conseguimos ver as respostas já dadas.

Toda a interface é muito intuitiva, mas requer alguma habituação inicial. Ou seja, não é tão intuitiva como poderia ser. Por exemplo, não se percebe que é com um deslize que se desliga a câmara e se acede ao feed de perguntas e respostas. A app é baseada em cards (sem dúvida, uma tendência do webdesign) e aproveita muito bem o iOS 7.

O Jelly não é uma rede social independente. A app utiliza as redes sociais já existentes (Facebook e Twitter), aquelas em que estamos. Isto é, no Jelly vemos o que os amigos (e os amigos-dos-amigos) do Facebook e do Twitter estão a perguntar. Não temos perguntas de estranhos.

Por último, parece ser um conceito interessante.