Google cria parceria com Audi, GM, Honda, Hyundai e Nvidia para colocar Android sobre rodas


A Google, a Audi, a General Motors, a Honda, a Hyunday e ainda a Nvidia juntaram-se e criaram a Open Automotive Alliance, um consórcio que tem o objectivo de desenvolver carros compatíveis com o sistema operativo Android ainda este ano.

 

O anúncio da Open Automotive Alliance foi feito esta segunda, à margem do CES 2014. Este grupo inclui a Google, dona do Android; vários fabricantes de automóveis: entre eles, a Audi, a General Motors (que é a dona da Opel, por exemplo), a Honda, a Hyunday; e ainda a Nvidia, que desenvolve placas gráficas e processadores para dispositivos móveis (e que apresentou o brutal Tegra K1 recentemente).

“Num mundo multi-ecrã, mudar entre diferentes aparelhos deverá ser fácil e intuitivo”, disse Patrick Brady, Android Engineering Director. “Plataforma comuns permitem uma experiência conectada entre o telefone, o telemóvel e o PC, obtendo a informação certa no momento certo, independentemente do aparelho a ser utilizado. Todavia, existe um importante dispositivo que não está conectado aos outros ecrãs do dia-a-dia: o carro.”

A ideia do Open Automotive Alliance é acelerar a inovação no sector automóvel. O grupo, que está aberto à entrada de outras marcas, pretende criar tecnologia para disponibilizar serviços online no carro e para permitir a integração entre os automóveis e os tablets e telemóveis Android do condutor e passageiros. Para a Google, isso significa Google Maps, Google+, YouTube, Gmail, Hangouts e tudo o mais sob quatro rodas.

Recorde-se que em 2007, a Google criou o Open Handset Alliance, um consórcio de empresas tecnológicas com o intuito de disponibilizar um sistema operativo para telemóveis que pudesse ser usado por qualquer empresa. Depois de um arranque tímido, o Android acabou por se tornar a plataforma mais popular no mercado, tanto em telemóveis como em tablets.