Twitter dá finalmente alguma importância às DM

O Twitter actualizou hoje as suas mobile apps. A principal novidade são as Direct Messages, que, para além de passarem a permitir fotos, ganharam uma posição de destaque. O Twitter tenta entrar, desta forma, na corrida pelo messaging, onde já está há alguns anos o Facebook.

O Twitter é usado para saber o que se passa no Mundo e para falar disso. Mas sempre de forma muito pública. Mas a rede social parece ter finalmente percebido a importância da conversação privada, destacando um produto que desde início desprezou: as Direct Messages. Até aqui foi possível trocar mensagens de texto até 140 caracteres com outros utilizadores, mas nada mais. Agora é possível enviar fotos junto com essas mensagens. Há uns tempos especulou-se que o Twitter estaria a preparar o lançamento de uma app mobile para potenciar o private messaging.

Outra novidade é o destaque que agora a as Direct Messages têm dentro da app. Em vez de estarem escondidas no separador Me, têm um separador próprio. O Connect chama-se agora Notifications. O Discover (e o Activity) está agora dentro do separador Timelines, acessível com um gesto para o lado.

Aqui está o antes e o depois:

twitter_dmupdate_sep1

twitter_dmupdate_sep2

Outras das novidades são as notificações. pela primeira vez existem notificações no Twitter. Quer dizer, sempre existiram mas com o nome Connect. Não eram bem notificações. Agora sempre que alguém interage connosco (seja respondendo a um tweet, seja enviado uma Direct Message), recebemos uma notificação no fundo da app.

twitter_dmupdate_not1

No separador de notificações podemos optar por receber as notificações só das pessoas que seguimos, se de todas as pessoas ou se só das contas verificadas (aquelas das figuras públicas, que têm um visto azul).

twitter_dmupdate_not2

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • Jornalista, adepto de cidades humanas e curioso por ideias que melhorem o país. Co-fundei o Shifter em 2013, sou desde 2020 coordenador do projecto editorial Lisboa Para Pessoas.

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt