Os Promoted Posts do Google+ funcionam fora do Stream


As marcas já podem fazer Promoted Posts no Google+. Mas, ao contrário das outras redes como o Facebook ou o Twitter, estes posts não são exibidos no stream/feed dos utilizadores mas em anúncios display em qualquer website. Brilhante ideia, Google!

São os primeiros anúncios do Google+. Chamam-se +Posts e são em tudo semelhantes aos Promoted Posts do Facebook ou aos Promoted Tweets do Twitter: posts feitos na página da marca que chegam a mais pessoas para além dos seguidores desta. Todavia, ao contrário do Facebook e do Twitter, os “promoted posts do Google+” não invadem o stream/feed dos utilizadores; aparecem em anúncios display em websites de terceiros, através do Google Display Network. Por exemplo, um +Post da Toyota poderá aparecer num website de automóveis, como o AutoTrader.

“+Post ads allow a brand to take a piece of their public Google+ content, like a photo, video or even a Hangout, and with a few clicks, turn it into a display ad that can run across the more than 2 million sites in the Google Display Network. This lets brands think of the entire web as their social stream”, explica a Google.

Os +Posts são expansíveis, isto é, clica-se no anúncio e o post salta para fora do pequeno quadrado. Os utilizadores podem fazer +1 ao post, partilhá-lo ou deixar um comentário à marca. E se esse +Post for um Hangout, podemos juntarmos-nos a esse Hangout directamente no +Post. “These conversations create a valuable community around a brand where people can talk with each other and with the brand itself”, diz a Google.

pluspostad_toyota_01

Uma das diferenças dos +Posts relativamente aos Promoted Posts do Facebook é que os primeiros não incluem Sponsored Stories no feed, isto é, se um amigo interagir com o anúncio, ele não aparece em destaque no topo do feed. Pelo menos para já, o Stream do Google+ está livre de anúncios, mas a coisa poderá mudar brevemente.

Os +Posts estão a ser testados por um conjunto de marcas, como a Toyota USA. A Google, recorde-se, é o número 1 em anúncios display nos EUA. De acordo com dados da eMarketer, a Google ganhará 3,1 mil milhões de dólares com estes anúncios este ano; o Facebook ganhará apenas 2,8 mil milhões.